Posts de PETRONIO PAES LANDIM FRANÇA (332)

Ágata

Os olhos de Ágata
Me seguem por onde quer que eu vá
Aveludada gata
Buscando meu colo para se deitar

São tantos mistérios envoltos de enredos
Não me leva a serio, ronrona segredos
Suspira baixinho vem se aconchegando
No cio de mansinho vem me desejando

Ah, o corpo de Ágata
Se aninha em meu colo e eu me deleito
Oh, gata, me mata
Me crava as unhas e arranha-me o peito 

Assim,  não insisto.e não há como refutar
Ágata tem seus instintos e anseios de gata
O que faz de mim... Seu gato vira-lata
O gato de Ágata...

 

(Petronio)

Saiba mais…

Feijão com Arroz

Amar, como eu te amo
Ninguém, mais amarei
E por te amar tanto assim
Só tenho olhos pra ti

Amar, só mesmo a dois
É igual feijão com arroz
Se faltar um na certa
Nada mais se completa

E deixa de ser festa
E sendo assim, não presta
Que amor não é quantidade
Amor é dualidade

E amar como eu te amo
Quem irá amar, não sei
Só sei que igual a nós dois
Só mesmo feijão com arroz

Pois, se faltar um na certa
Nada mais se completa
Porque juntos somos mais
E juntos somos bis
E nunca seremos demais
O que deixará o amor assim
Sempre feliz!
 
 
(Petronio)
Saiba mais…

Alegria de Quintal

Tão felizes nossos filhos lá fora
Brincam e você implica
O barulho eu sei, é demais
Não é só um que brinca

Irritada você briga comigo
Querendo que eu tome uma decisão
Que eu leve as crianças pra rua
Deixe de castigo ou ligue a televisão

No entanto acostumado com isso
Então me espreguiço e fico a sorrir
Querida, deixe as crianças brincarem
Porque logo mais elas irão dormir

Depois a infância é tão passageira
Que as vezes eu penso se ela é real
Vamos deixar nossas crianças brincarem
Enquanto ainda houver para elas um quintal
 
Vamos deixar querida,  elas brincarem
Enquanto ainda houver para elas um quintal...
 
 
(Petronio)
 
Saiba mais…

Utopia

Se todo amor que há em mim
Pudesse conter
Todos os males que o mundo
Pode oferecer
Seria utópico dizer
Que as dores do mundo
Estariam só em mim e não em você

E se eu pudesse sanar
As dores do mundo
Com doses de felicidade
Eu sei que la fundo

Alguem viria reinvidicar 
A minha alegria
E até me cobrar
Pela luz do meu dia

Na graça da luz que seria
De graça... Como foi um dia

E sendo assim
Que o mundo continue a ser
Igual, como há de sempre ser
Agônico dizer...  Utopia!
 
 
(Petronio)
 
Saiba mais…

Não Diga Nada

O que eu sinto por você
É tão visível
No entanto o que eu sinto, pra você
É imperceptível

Seja no toque da pele
Seja na troca de olhar
Não há nada que eu possa fazer
Pra voce acreditar

Que o que eu sinto por você
É tão incontido
No entanto o que eu sinto, pra você
Não faz sentido

Peles que não se aderem
Meus olhos são como punhais
E não há nada que eu possa fazer
Pra você, tanto faz...

Ah! O que eu sinto por você
Ser tão assim
Você que me é tanto e tanto
Faz pouco de mim

Será que pra você o que eu sou
Eu valho menos que nada
Me diz, por favor
Ou, não diga nada...
 
 
(Petronio) 
Saiba mais…

A Coisa ta Preta

A coisa ta preta
Tudo que me cerca parece
Que ta de mal de mim
O que é que eu fiz de ruim
Será coisa do capeta
Terei que ajoelhar, fazer preces...
Ou qualquer coisa assim
Será que isso é o fim?

Meu Deus do céu me acuda
Alguém tem que me ajudar
Vou tomar banho de arruda
Vou jogar flores ao mar

A coisa se ajeita
No entanto quando tudo vai mal
Nem ferradura na porta
E quando lhe dão as costas
Voce procura a receita
Colha trevos no quintal
Pé de coelho dá sorte
É questão de vida ou morte...

Meu Deus do céu me acuda
Alguém tem que me ajudar
Vou tomar banho de arruda
Sal grosso pra incrementar

Será que é coisa feita
Se for é melhor me consultar
Com o Senhor do Bonfim
E tomar chá de alecrim
Porque a coisa ta preta
E o jeito é parar por aqui
Porque senão ai de mim
Quero voltar a sorrir...

Meu Deus do céu me acuda
Alguém tem que me ajudar
Vou tomar banho de arruda
Vou benzer meu Patuá

 

(Petronio)

Saiba mais…

HENRICO

(Canto para meu netinho)

Ele controla o mundo
Que passa em segundos
Na televisão
E quando o dedinho aperta
Os botões, na certa
Vai ter invasão

Garrafas e bolas
Chocalhos e argolas
Prestem atenção
No disco voador
Sorri o condutor
Tirem os pés do chão

Ele no estalar dos dedos
Não guarda segredos
Pra quem lhe conhece
Até mesmo as ruas já sabem
Os postes, as arvores
E os anjos silvestres.

Que o espaço aéreo
Guardião dos mistérios
E do beijo que emana
Levado pelos ventos
Ouvem seus pensamentos
Eis que a luz da vida
Provém das bananas

MANANA, MANANA
MANANA NA NA

 

(Petronio)

Saiba mais…

A Ninfeta

Toda sorridente
Jeitinho inocente
Ela passa por mim
Cabelos molhados
O corpo dourado
A me induzir

A blusa revela segredos
Sobre a seda fina
A desabrochar dois botões
De rosas tão lindas

Deus olhai!
Olhai essa menina
Para que os anjos do mal
Não despetale de forma brutal
Rosas tão pequeninas

Ninfeta, menina tão linda
Um anjo de luz
Sobre a chuva fina, divina
Minha alma seduz

 

(Petronio)

Saiba mais…

Um Raio de Sol

O amor é como o sol
Mesmo quando oculto no céu
Oh, não há como sufocar
Sua fonte de inspiração

O amor é um raio de sol
Pra cada um de nós, o amor
É quem aquece o corpo e a alma
E alimenta o coração

E quando na distancia
Se dois corações se tocam
Eis que o encanto se faz
Ainda que envolto de nuvens
Não ha como ocultar as luzes
Do amor que segue sorrindo em paz

Até que finda, sua luz
Levada pelo mar da saudade
Eis que o amor no barco das lembranças
Reluzirá repleto de felicidades

Num lindo dia de sol...

 

(Petronio)

Saiba mais…

Estrelinha Assustada

Vaga
Vagalume vaga
Estrelinha assustada
Apaga, ascende
Ascende e apaga
Pela imensidão dourada

Vaga
Vagalume vaga
Que a noite se propaga
Apaga, ascende
Ascende e apaga
Eis que já é madrugada

Quis Deus que a tua jornada
Fosse a luz da minha estrada

Vaga
Vagalume vaga
Vaga pois o sol não tarda
Apaga, ascende
Ascende e apaga
Apaga, ascende
Ascende e apaga...
 
 
(Petronio)
Saiba mais…

Ruim mesmo é viver amargurado

Não, você não me traiu
Você simplesmente trocou
O meu coração vazio
Por um transbordando de amor
 
Não, não me peça desculpas
Sou eu que peço teu perdão
Que culpa tem você, que culpa
Por ter trocado de coração

Enfim, um conselho aqui vai
Jamais se deixe enganar
Querida é o corpo quem trai
Só pelo prazer de deitar

Então, todo cuidado é pouco
Mantenha o amor ocupado
É ruim demais e deixa louco
Quem dele vive amargurado


(Petronio)
Saiba mais…

No Aconchego da Cela

Bem quem eu queria plantar uma flor
No quintal do meu vizinho
Mas eu receio que ele me retribua
Com uma coroa de espinhos

Bem que eu queria confiar na pessoa
Que me estende a mão
Mas na verdade eu não sei bem qual é
Sua verdadeira intenção

Eu só não quero ser apenas mais um
Olhando pela janela
Vivendo confortavelmente e bem seguro
No aconchego da cela

Mas, cá no fundo sou mais um entre tantos
Que calado conscente e aceita a situação
Se ao menos fosse um super heroi, quem sabe
Eu faria justiça com as proprias mãos

No entanto sei que ainda existem pessoas
Que acreditam e usam na verdade bom senso
E quero crer que elas dividem comigo
Os meus tantos medos e até mesmo o que penso

O jeito então é irmos tocando a vida
Ah, ela passa tão linda pela minha janela
E eu sei que um dia ela vai me questionar
Como? BEM VINDOS AO LAR
NO ACONCHEGO... DA CELA

 

(Petronio)

 

 

 

 

Saiba mais…

Crianças

Eu vou contar até dez
Enquanto vocês se escondem
Encolham a pontinha dos pés
Pra que eu não saiba aonde

Irão se esconder desta vez
É melhor ficarem bem quietinhos
Huummnn!!! Posso ouvir o sorriso dos três
Oh! De quem sera esses pezinhos

Olha só que danadinhos
Dessa vez o papai se cansou
Mas fechem agora seus olhinhos
E adivinhem o que papai comprou

Adivinhem o que papai comprou!
 
 
(Petronio)
Saiba mais…

O Bicho Papão

Cuidado menina
Que o bicho papão
Ainda vai te pegar
O bicho do moço
Voraz e guloso
Vai te devorar

Depois vai dizer pro seu pai
Que o moço é tarado
Mas quem mandou você usar
Shortinho apertado

O bicho preguiça
Do moço 
Anda cabisbaixo
Não brinque menina
Não atiça 
Que ele vira macho

Depois vai dizer pro seu pai
Que o moço é indecente
Mas quem manda você usar
Blusinha transparente

Ai menina...
Não faz esse moço sofrer
Menina o bicho papão 
Ainda vai te comer...

Cuidado menina
Que o bicho papão
Ainda vai te pegar
Voraz e guloso
O bicho do moço
Não é bom atiçar

 

(Petronio)

Saiba mais…

E lá se foram meus anéis...

E lá se foram meus anéis
(De novo)
Os FDP cortaram os meus dedos
E ainda me pediram pra dar Tchau
Na cara de pau
Dava... Se eu tivesse os esquerdos

E pra que eu ficasse bem calado
Felizmente atendi a um pedido
Rapaz, piercing na lingua
É bem complicado
Juro que eu teria engolido

E graças a Deus que não uso cordão
E outros "badilacs" no pescoço
Penso que seria doloroso
Ja pensou minha situação
Eu que sempre fui tão vaidoso

Vou levar um tempo pra pegar no garfo
Coçar o saco e até mesmo usar papel
Ainda bem que eles me deixaram os dentes
Como consolo pra mastigar um pastel

Pois é, lá se foram meus anéis
Os FDP cortaram os meus dedos
Espero que vocês não passem pelo que passei
Quando eu puder sentar, juro que lhes contarei...
Quando eu puder sentar...Eu...
Ai como doi...


( Petronio )
Saiba mais…

Ao som baixinho de uma musica

Hoje eu quero alguém pra conversar
Falar de mim como também
Poder ouvir suas historias
Sem termos que contar as horas
Que alguem venha simplesmente 
Só pelo prazer de conversar

Ao som baixinho de uma musica
Aquela que ainda toca os nossos corações

Hoje eu quero alguém pra conversar
Falar de mim como tambem
Sei lá, jogar conversa fora
Chorar, a gente se consola 
Oh, eu preciso tão somente
De alguem que queira me escutar

Ao som baixinho de uma musica
Aquela  que ainda toca os nossos corações
 
 
(Petronio)
Saiba mais…

Bolo e Farinha

Quem vende é porque não precisa
Quem  compra  é porque não tem
Quem vende as vezes necessita
Quem compra as vezes tambem

Assim nesse mundo de trocas
Onde todos precisam de todos
Pede mais quem tem menos sacolas
Da menos quem mais se controla

E já que somos todos
Farinha do mesmo bolo
Vamos dar um alerta então...
Á soberba, a empáfia e ao orgulho
Pra que não nos esqueçamos jamais
Que somos todos
Bolo do mesmo embrulho
E fim de papo!
 
 
(Petronio)
Saiba mais…

Santo...Que se faz de mim

Quem irá julgar o amor
Que eu sinto por você
Seja ele pouco ou tanto
Me crucifiquem se preciso for
Se assim tem que ser
Que não sequem meu pranto

Apenas me crucifiquem... E pronto.

Quem irá julgar o amor
Que a gente sente, enfim
Quem saberá o quanto...
Atirem pedras se preciso for
Se um dos dois disser.. Fim
E alguem chorar pelos cantos

Recolha suas pedras... Santo.

Ah! Homem...
Santo que se faz de mim...
Que tão pouco sabe do amor
Do amor que é capaz de ferir...Sim!
Quando envolvido pela dor do ciúme
Pronto a ferir mortalmente o amor
E mortalmente se ferir...

 
(Petronio)
 
 
Saiba mais…

Pequeno perfil de um cidadão incomum

Infância sofrida
Sabe o menino da bolha
À espera de um saca rolha
Por uma veia entupida
Bloqueando minha saida
E não me deixava escolha
O jeito era operar
Ou ajoelhar e rezar

Ah! Coração
Sempre me pregando peças
Eu já nasci às avessas
Correr, pular e brincar
Nem pensar
Só livre para sonhar
Um perfeito João-Bobo
Dentro da casca do ovo
Olhando pela janela 
A minha vida passar

Então eu cresci
E com o coração a mil
Passei a viver no cio
Ansia louca de viver
O desejo bateu na porta
Era um perfeito idiota
Cara, juro que não vi 
Que o coração do Brasil
Tambem estava na UTI

O rock pulsava forte
O futebol como esporte
Era uma festa sem fim
Se o mundo era ruim
Pra quem não teve infancia
Valia qualquer lembrança
Que  me fizesse feliz
Enfim, a idade chegou
O que era doce acabou
E de tudo que me resta
Separo e faço festa
E deixo a vida rolar...
 

Os dois juntinhos nesse imenso salão
Eu e ela a dançar...

 

(Petronio)

.

Saiba mais…

Sábado!

Sábado!
Deveria ser decretado feriado
Mas, não um feriado qualquer
Como algumas datas comemorativas
E outros tantos feriados
Que só são importantes 
Porque são feriado....

Sábado!
Deveria ser feriado universal
E todos deveriam sugerir
Que Deus, o dono do pedaço
Fizesse um pacto conosco
Uma espécie de segunda chance
Para que fosse determinado
Que ninguém sofresse
Qualquer tipo de atentado
Ou até mesmo morresse
Tudo isso em troca de uma boa ação
Uma açãozinha só...Difícil né!

No sábado...
Seriamos intransponíveis
À balas, bombas, acidentes de qualquer natureza, enfim...
Deveria ser decretado que todas as labutas
Encerrassem seu expediente a partir das 14hs
Para que todos tivessem tempo de sobra
Para cuidarem dos seus afazeres
E os mais supérfluos que deixassem para o Domingo
Domingo, criado apenas para que todos
Pudessem meditar sobre a ressaca do Sábado

Mesmo porque no Sábado
É que todos os casamentos deveriam e devem ser realizados
Todos os aniversários deveriam ser comemorados
Não importando em que dia caísse e sem limites para a idade...
E todos deveriam ter direito a uma festa
Com bolo, salgadinhos, refrigerantes e todos os tipos
De bebidas para os adultos...
Afinal! Seriamos intransponíveis, mas não de ferro, certo!
Enfim! Todo mundo feliz

E para os desafortunados deveria ser decretado
Toda a felicidade do mundo
(Que não fosse só pela mão de Deus) e um banquete
Para que eles se refestelassem durante uma semana, isto é...
Até o próximo Sábado e assim por diante
Sem medo ou vergonha de serem felizes.

Sábado é Sábado e porque hoje é Sábado
É que eu dedico essa utopia a todos aqueles que como eu
Adoram o Sábado... O encontro com a rapaziada,
Jogar conversa fora, falar da vida alheia, tomar uma cervejinha;
Jogar um futebolzinho, jogar um bilhar e sair à noite...
Visitar os parentes e recebe-los com o maior prazer do mundo
E até para fazermos as pazes com os nossos melhores inimigos...
Mesmo porque... A gente tem a semana inteira para poder cuidar
De todas as nossas pendengas, felizes ou não..
Então gente....Vamos pelo menos pensar nessa possibilidade
A começar por hoje...

Por que? PORQUE HOJE É SÁBADO!
Como dizia o grande poeta Vinicius de Moraes...

Saiba mais…
CPP