Posts de Ricardo Nunes de Sales (231)

O CÍRCULO

A vida é um grande e pujante círculo,

As vezes vicioso, maldoso e inconveniente,

Talvez apenas de múltiplas coincidências,

Tem um começo, um meio e um fim,

Que nos ama, nos devora e nos abraça,

Também nos faz de alvo e nos afaga.

 

Nascemos de um embrião, invisível aos olhos,

Fertilizado pelo milagre da mãe natureza,

Neste instante começa o círculo da vida,

Percorremos desconhecidos caminhos, sempre a lutar,

Lidamos com a avareza, a sorte e até o azar,

No caminhar está a morte a nos espreitar.

 

Cada ser humano tem seu próprio círculo,

Pequeno, médio, grande e gigante,

Abocanhamos o egoísmo, as falsidades e as adversidades,

Mais atraímos o amor, a generosidade e a felicidade,

Comungamos do pão que cultivamos,

Das guerras provocadas por arrogantes ganâncias.

 

No final, o círculo se fecha, somos sempre julgados,

Se merecemos o juízo da dor ou do perdão,

Se ganhamos o paraíso por boas ações,

Se os pecados que cometemos horríveis ou brandos,

Serão corrigidos ou seremos excluídos e esquecidos,

Dos futuros círculos que infalivelmente virão.

 

Ricardo Sales.

Saiba mais…

NEGRA ÁFRICA

Continente negro...

Reluzente que exalta como poesia,

Que traz o riso como esperança,

No rosto de uma simples criança.

 

Negro que flui da tua pele,

Reflete a pureza da tua esperança,

Que acoita tua herança,

Berço da humanidade,

Nem assim tua identidade,

Reflete teu sofrimento.

 

São guerras entre irmãos,

São mãos que não perdoam,

São sedes que o tempo implora,

São fomes de liberdades,

São agonias de um povo,

São ânsias de um tempo novo.

 

Imploram um novo dia,

Onde farturas nas mesas não são miragens,

Onde o sol seja intenso em seu progresso,

Regresso dos antepassados,

Memórias livres de agonias,

Imploram o nascer de um sol,

Livre, sem correntes, sem martírios.

 

O ingresso de um sorriso nos lábios,

Um gosto, um sabor de sentimentos,

Sublimes que expressem palavras,

Que ecoem e deixem o mundo pequeno,

O desejo livremente se eternizará,

Pelo eco indolor que produzirá.

 

Ricardo Sales.

18.11.2018.

Saiba mais…

PRECISO DO TEU COLO

Sou impotente de sua ausência,

Sou ausente de teu colo,

Quero tua presença,

Vem matar minha saudade,

Me aceita de volta,

Foi tolice achar que teria você,

Por um simples aceno de mão,

Teria que mostrar meu coração,

Dizer com a força da minha emoção,

Preciso de você,

Preciso do teu colo,

Sentir teu abraço,

Teu peito em meu peito,

O palpitar e emocionar,

Serei o fruto da razão,

Serei teu aconchego,

Serei o clamor,

Serei a flor,

A essência do perfume,

Embriagador que te leva a loucura,

E me deixa ébrio de amor.

 

Ricardo Sales.

11.11.2018.

Saiba mais…

DEVOLVA O MEU AMOR

Porque levou o meu Amor?

Quero ele incondicionalmente de volta,

Se és ladra de uma inocente flor,

Não deveria ser de um sincero Amor,

Um Amor nunca se rouba.

 

É a pedra preciosa mais valiosa,

É a vida que vive pulsando nele,

Devolva o meu sagrado Amor,

Como viverei sem ele?

Seria o auge de uma vida em dor.

 

O que darei para quem quero amar,

O Amor é a base divina da vida,

Que sustenta todo o universo,

Um mundo sem Amor,

Não teria brilho, seria sem cor.

 

Seria como uma árvore sem folhas,

A terra sem as bondosas chuvas,

O céu seria escuro sem as estrelas e a lua,

Não teríamos oceanos para navegar,

Nem seríamos humanos para amar.

 

Eu imploro, por favor,

Devolva o meu Amor.

 

Ricardo Sales.

23.08.2018.

Saiba mais…

QUANDO TUDO PASSAR

Quando tudo isso passar...

Num lindo parque vou passear,

Respirar fundo um ar puro,

Ouvir o canto dos pássaros,

Deixar o tempo passar,

Deitado na grama verde,

Admirar as brancas nuvens levitarem,

Sorrir para mim mesmo,

Da minha intensa felicidade.

 

Quando tudo isso passar...

Vou amar a vida de um jeito que nunca fiz,

Vou retribuí um aceno,

Apertar forte uma mão,

Cumprimentar com amor um irmão,

Andarei sem medos e sem receios,

Meus pesadelos jogarei no vão da vida,

Minha sorte farei por meus próprios meios.

 

Quando tudo isso passar...

Não vou derramar lágrimas inúteis,

Não culparei mais meus erros,

Meus acertos serão meus troféus,

Não dormirei mais sem minhas preces,

E nem acordarei mais infeliz e sem elas,

Meus guias serão os meus anjos,

Serei protegido, abençoado e ungido.

 

Quando tudo isso passar....

Poderei te amar,

Te levarei ao altar,

Ouvir um belo cantar,

Embalar nosso dançar,

O nosso amor fertilizar,

Imune infinito vingará,

Quem sabe o céu alcançar.

 

Ricardo Sales.

Saiba mais…

CAMINHAR...

Para que fronteira estou indo?...

Cada momento é uma janela para o tempo,

As queixas são ardilosas a maltratar,

Estou confuso em minha existência,

O que resta é a essência do caminhar...

 

As opções estão fragmentadas, nulas,

Tenho milhas e milhas a andar antes de dormi,

Não sei que sono dormirei,

Nem sei que sonhos sonharei,

Minha estrada nos ombros a conduzirei.

 

Caminharei por terras que nunca andei,

O desconhecido me seduz e me induz,

Meu corpo e mente, sementes que germinarei,

Caminharei sobre meu intenso cansaço,

Pisarei se preciso em meus próprios rastros.

 

Quantas lágrimas derramarei?

Pisarei em pedras que nunca carreguei,

Se são pedras com musgos do passado,

São rugas impregnadas que a vida acolheu.

 

Sinto-me preso em minha gaiola emocional,

Em meu pervenço mundo existencial,

Mais caminharei com pés sangrando,

Até que minhas pernas me deem um sinal.

 

Então, é o momento de refletir e parar,

Cálidas e robustas são minhas orações,

As minhas escolhas são preces em monções,

São tempestades que vão aliviar meu coração.

 

Ricardo Sales.

26.09.2018.

Saiba mais…

UM GOSTO DE ORVALHO

Uma noite,

Uma inspiração,

Uma calçada,

Um orvalho,

Na calada da noite,

Na madrugada,

Que inspira a alma.

 

Uma música,

Um violão,

A emoção...

Música que encanta,

Faz da minha solidão,

Minha emoção,

Minha poesia,

Meu coração.

 

Um gosto de orvalho,

Molha meu rosto,

Suor...

Lágrimas que brotam,

Lembranças infinitas,

São teus beijos,

São desgosto,

Do teu gosto.

 

Mais paixão...

Nas esquinas,

Em cada mesa de bar,

Um lugar a filosofar,

Vou sempre sonhar,

O amor...

Uma flor brotar.

 

Ricardo Sales.

07.10.2018.

Saiba mais…

BEIJE-ME

Percebi que teu olhar me deseja,

Me encanta, rouba meu sorriso, me enfeitiça,

Deixa teu corpo nu na minha mente, colado,

Sussurra em meu ouvido, me deixa extasiado.

 

Beije-me, beije-me, beije-me...

 

Teu corpo implora por meu corpo,

Suplica por amor sem o devido pudor,

Sou teu homem a desbravar tua flor,

Me torne escravo desse ávido amor.

 

Beije-me, beije-me, beije-me...   

 

Teu desejo te implora, vem me seduzir,

Sentir na pele tuas unhas afiadas a me tatuar,

Provar do sabor que flui do teu corpo,

Se entregar com fúria na arte de amar.

 

Beije-me, beije-me, beije-me...

 

Teus assédios me deixam ébrio,

Me segue, persegue, sou teu de estimação,

Seja meu anjo, fleche meu coração

E me torne presa de tua louca ambição.

 

Beije-me, beije-me, beije-me...

 

Ricardo Sales.

13.09.2018.

Saiba mais…

DELÍRIOS DE AMOR

Sou feliz... você me ama, amo você,

A qualquer momento tenho você,

Dou graças por tê-la por perto,

Me completa por completo.

 

Amanheço enroscado no teu corpo nu,

Molhados pelo suor do prazer,

Somos a soma da ambição que exala sabor,

Infinito êxtase nos delírios do amor.

 

Somos a felicidade de nossa imaginação,

Somos o clímax, o gozo de nossa emoção,

A euforia domina, nos torna escravo,

Sou teu servo e você minha redenção.

 

O prazer chega com a força de um vulcão,

Me torna ausente do passado e do presente,

Minha mente tão demente já não sente,

Somos zumbis acorrentados dos desejos da paixão.

 

Ricardo Sales.

Saiba mais…

PESCADOR DE ILUSÕES

Queria a lua poder tocar,

Só para tê-la em minhas mãos,

Seria meu interruptor nas noites de solidão,

Teria meu próprio luar a me inspirar,

Compor poemas quando minhas emoções

Vierem à tona a clarear minhas visões.

 

Queria o sol poder tocar,

Só para retardar o amanhecer,

Queria mais horas nas madrugadas,

Para melhor te amar e te conhecer,

Sentir teu corpo, teu calor, teu amor

E o teu afeto e gratidão em te acolher.

 

Sou pescador de ilusões,

Vivo a quimera dos ilusionistas,

O mago das alquimias levianas,

A mercê de devaneios irracionais,

Onde viver é levitar no excêntrico,

Perdurar no oscilar de um pêndulo.

 

Respiro o ar que minha imaginação ousar,

Colho a magia do amanhecer e entardecer,

Deles sou exímio arquiteto e fantasio,

Idealizo meu juízo ao meu infame pensar,

Extravio meu tempo no tempo de sonhar.

 

Ricardo Sales.

28.09.2018.

Saiba mais…

SE ANINHA

 

Não se tem o amor por simples medidas ou precaução,

Ele tem suas próprias escolhas, tem autonomia e com razão,

São olhos cegos que tateiam a vida na escuridão.

 

Não há beleza, nem estética, somente paixão,

Teu gostoso aroma exala um perfume embriagador,

E o teu cheiro é a essência desse infinito sabor.

 

Ele se transforma, cria forma, mina a dor,

Se tem colo, ele se aninha, cola em teu querer,

Sente o cheiro do teu corpo úmido por prazer.

 

À noite, tua parceira e íntima testemunha anfitriã,

Te inspira e te leva a frenéticas e loucas emoções,

São magias que brotam e apaixonam ávidos corações.

 

Ricardo Sales.

24.08.2018.

Saiba mais…

MINHA HERANÇA

Quando o último suspiro

Esvair num adeus mudo,

Meu testamento, versos puros,

Meu alento a vaidade de versar,

Na simplicidade da minha herança,

Poesias, que minha história vai eternizar.

 

Orbitará no cosmo na leveza do tempo,

Adormecerá em cada canto do vento,

Onde pulsar vidas em poemas,

Onde houver uma mesa boêmia

E o orvalho úmido nas madrugadas,

Para ocultar minhas saudosas lágrimas.

 

Nas noites enciumadas e enluaradas,

A embalar o meu riso e o meu pranto,

Vão decifrar rascunhos, arroubos de emoções,

Em velhos cadernos com emaranhados rabiscos,

São versos em pergaminhos que versou minha vida,

São meus hilários pecados, feitiços e vícios.

 

Ricardo Sales.

08.08.2018.

Saiba mais…

É BOM TER UMA RAZÃO PARA ACORDAR DE MANHÃ

Acordar...

Uma nova vida começar,

Cada amanhecer é uma incógnita,

É sempre um recomeço,

É sempre um repensar.

 

Acordar...

Sentir o gostinho da vida,

Sentir os raios do sol a tua pele acariciar,

Sentir o coração pulsar,

Sentir a terra em teu respirar.

 

Acordar...

Primeiros pensamentos,

Primeiras orações,

Projetos que podem vingar,

Emoções no teu caminhar.

 

Acordar...

É bom ter uma boa razão para acordar,

Meditar, sincronizar e amar,

Para festejar um abençoado dia,

Por ter Deus como divino guia.

 

Acordar...

Um milagre de todo dia.

 

Ricardo Sales.

21.09.2018.

Saiba mais…

CANTORIA

Tempos passados e longos dias de paz,

Menino travesso brincando na vida,

Nos galhos, trapézios e risadas,

Inocência, a essência da infância,

Que um dia ficou para trás.

 

Os dias não tinham fim,

As noites os sonhos viajavam,

A mercê das magias que explorava,

Meu mundo imaginativo, minha terna herança,

Saudades que apenas ficou nas lembranças.

 

Aos domingos minha missão predileta,

A missa era meu palco de apresentação,

As cantorias me enchiam de alegria,

Eram dias alegres e sagrados,

Sentia pulsar forte meu coração.

 

Sentia-me orgulhoso,

Era um menino levado e vaidoso,

Todos me olhavam e admiravam,

Cantava, um coro me acompanhava,

Dizia que eram cantos mágicos.

 

Achava que abrandava meus inocentes pecados,

São lembranças vivas que mantenho saudável,

Que até hoje passeiam pelo meu inconsciente,

Velhos tempos sem agonias passadas,

Velhos tempos saudosos sem maldades.

 

Ricardo Sales.

Saiba mais…

UM VASO, UMA FLOR

 

Você simplesmente partiu,

Não se despediu, ficou o vazio,

Evaporou no calor da vida,

Foi procurar novos horizontes,

Apaixonar novos corações,

Encontrar novos amores,

Viver novas incansáveis emoções.

 

Não sei em que mar foi navegar,

Qual brisa leviana te levou,

Não foi por falta de amor,

Restou apenas um vaso e uma flor,

Teu aroma ainda vive nas minhas lembranças,

Tua única herança, minha esperança,

Tão pouca... tão louca...

 

As músicas que comigo dançou,

Do beijo apaixonado que não vingou,

Da cama que ao meu lado tanto se fartou,

Das frias manhãs que acordou e me beijou,

Colada ao meu corpo que não te poupou,

Hoje a solidão, não tem hora, me devora,

E o meu coração uma alusão a dor.

 

Um vaso, uma Flor,

Foi tudo o que de nós restou...

 

Ricardo Sales.

18/08/2018.

Saiba mais…

O VENTO E AS FOLHAS

O alavancar hostil do vento,

A levar sorrateiramente a esmo,

As folhas sem cores, mortas,

A um destino qualquer.

 

Não menosprezem estas folhas,

Descartáveis pelo tempo,

Já contribuiu com seu ciclo de vida,

É nem assim são inúteis.

 

Elas ainda podem contribuir,

Vão adubar novas terras,

A germinar novas vidas,

O vento sempre as conduzirá.

 

A vida sempre a transformará,

Te levará aonde você merece está,

O vento e as folhas,

O porquê?...

 

São vidas em transformações,

São preces e orações para se crê,

São infinitos corações pulsando,

Onde ninguém os vê.

 

Ricardo Sales.

22.08.2018.

Saiba mais…

SENHORA NOITE

A noite chega,

Vagabundos vaga-lumes vagueiam,

Brilhantes, atemorizando as estrelas,

Chegam com afagos da lua,

No deleite de sua nobreza escura,

Arrear... tuas vestes cruas.

 

Oh! Noite!

Traz algozes afoitos desejos,

Mil açoites alardeiam teus temores,

Mais são amores que te rodeiam.

 

Bela, te beijo ao te tatear,

Te cubro com teu manto faminto,

Te abraço e te sinto,

Conquisto tua bondosa alforria,

Sou tua sensata alegria, me sorria.

 

Me acolhe em teus negros olhos,

Sou teu dono no último sono,

Quando me abandonas,

O clarear já te acena,

Me tira do teu apego,

Me despeço e mútuo te agradeço,

Senhora Noite do meu sossego.

 

Ricardo Sales.

04.09.2018.

Saiba mais…

UM BOM DIA!

Bom dia!

Era tudo que queria ouvir,

Numa manhã com suas manhas,

Para ampliar meu astral,

Me sentir vivo,

Uma pessoa amada,

Não custa nada,

Apenas um bom dia.

 

Um cumprimento simples,

Nada sobrenatural,

Faça ser natural,

Seja um irmão ocasional,

Sinta-se mais humano,

Apenas um bom dia,

Com meiguice,

Com um sorriso angelical.

 

Faça  todo dia importante, único,

Um coração a se alegrar,

Seu espírito se enaltece,

E tece a teia da felicidade,

Te transforma a sua forma,

Não se lamente, sinta,

O que um bom dia,

Faz por você todo dia.

 

Ricardo Sales.

24/08/2018.

Saiba mais…
CPP