Inspirações

A hora do adeus

 
 
 
 
 
 
A hora do adeus

 

Não foi culpa sua e nem minha
caminhos dispersos, mundos controversos 
Causando o arrefecimento
Da chama ardente que outrora havia

Se antes nos perdíamos em paixão 
Hoje nos afundamos na desilusão 
Daqueles arroubos carnais 
Nos distanciamos cada vez mais

Tu és  um peregrino sem destino 
Eu, da solidão, sou um pássaro cativo
Fomos capturados na armadilha do amor
Que uniu ambos em um elo promissor

Nem tudo segue como desejamos
Todo aquele ardor não foi suficiente
Para unir seres tão diferentes
E olha agora, onde estamos!

Ontem ao notar o distanciamento 
Que figurava insistente nos olhos teus
Cai no abismo da real desventura...foi loucura!
Vejo que passou a hora de dizer, Adeus!

 
 
 
 
Lilian Ferraz
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

    • Ola Marso. Muitissimo grata pelo carinho.  Bjs e boa semana

  • Parabéns, cara poeta Lilian, pela brilhante inspiração.

    • Oi querido poeta. Meu carinho e muito grata. Boa noite. Abrcos 

  • Lindíssimo amiga Lilian!! Meus aplausos. Beijinhos. 

    • Oi Cristina. Muito agradecida pela sua visita e carinho nas palavras. Abrcos

  • Bela inspiração... Parabéns!

    • Ola, poeta. Fico muito grata pelo carinho e atenção .Meu abraço 

  • Lílian, um primor de poema! Versejar que me 

    prendeu do primeiro ao último verso! Muito

    lindo! Boa noite. Bjs.

    • Oi querida poetisa. Muito grata e uma excelente noite. Abrcos 

This reply was deleted.
CPP