A Mão Em Três Atos

Com os dedos Ele pintou
De dia o amanhecer.

No zênite empinou o Sol a pino.

Por acaso, ao ocaso, errou a mão: Anoiteceu.
 
Gilmar Ferreira 20/08/2018




Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP