Inspirações

COMO FICO EU

Diariamente por dois momentos

O dia torna-se loiro alaranjado:

De manhãzinha quando o sol arde

E à tarde quando resolve cair

 

O firmamento colore-se assim

Em santo louvor a quem o fez

E eu poeta ganho esse presente

Num doce abraço do horizonte

 

Mas durante o dia e pelo meio da noite

Onde o azul predomina ou o negrume

Invade por inteiro céu, como fico eu?

 

Ah, fico lembrando os momentos belos

Em que o sol brinca acobreando as nuvens

Como faz você com os seus cabelos

 

PSRosseto

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Paulo Sérgio Rosseto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP