Deusa da Luxuria

3695390486?profile=RESIZE_710x

Deusa da Luxuria

Os teus seios pedem e consentem
beijos na tua pele ardente
sal a escorrer pela boca... incandescente.
E a primavera que de repente,
exala no mundo essência de flores

E o sol que brilha no céu
como um halo na cor do mais puro cobre.
E o rio, aonde um barco de papel escorre,
pelas curvas do tempo que se retesa e torce,
na busca de efêmeros amores

Neste pedaço de vida, nesta rua florida
é você que só revida com beijos na boca
porem de tantos pecados é absolvida
mesmo na anuência louca
destes gemidos debaixo de cobertores

Deusa da luxuria consentida é você
que extrai lavas de falos reluzentes.
Hedonê corroa a carne dos enganosos
em um mar de despudores,
jogue na miséria
aqueles que hostilizam amores e gozos
mas se enfeitam de polens de flores.

Alexandre Montalvan

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Alexandre

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    1739400099?profile=RESIZE_180x180

  • Gestores Adm

    3645461218?profile=RESIZE_710x

  • Belíssimo poema!

    Parabéns, Alexandre.

  • Parabéns Alexandre por tão bela poesia.Um suntuoso vocabulário que dá mais e mais vida e emoções aos seus versos e acumulados em estrófes..O texto reflete o Título, Deusa da Luxuria é desenvolvida nos versos de uma forma e continuidade em que não há reprovação dos atos de uma Mulher , implicitamente, sob judice em Tese.

    Metáforas lindas expõe o que eu, simples leitor, com comentários de humilde poeta amador.

    Simplesmente, comentários, pois creio que todo poeta deve gostar e vibrar com suas obras.

    Parabéns estimado Alexandre Montalvan

    abraços de antonio domingos

    Para fazer estas pequeninas observações , tive de ler aalgumas vezes, o que para mim denota Poesia de Valor

This reply was deleted.
CPP