Do corpo...

Quando menino, diante de uma mulher
Perdia o rebolado
Tremia o corpo da cabeça aos pés
Feito um atoleimado

Travava a lingua e cadê as palavras
No que me contradizia
Naquilo que eu pensava ser e achava
Olhando fotografias

No entando hoje diante de uma mulher
Se não perco o rebolado
Sinto que o corpo da cabeça aos pés
Vive de olhos fechados
 
 
(Petronio)
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP