E. Rofatto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    Tal a flor, nasce o amor e se guarda sem saber-se guardado. Porém, é preciso ter-se cuidado do com o solo onde nasceu. De repente, pode se exergar um escaravelho escondido escondido entre um sorriso e um olhar, ou entre um beijo e um abraço. A forma e técnica e das mais subliminares.

    Lindíssima poesia.

    Destacdo!

    • Grato, Edith!

      Resumiu perfeitamente a ideia que está na base desse texto: "Tal a flor, nasce o amor e se guarda sem saber-se guardado."

      E gauardado com todos os seu inerentes perigos... Amor é para quem tem coragem!

      Grato também pela gentileza do destaque: um honra!

       

  • Parabens,poeta!

    Encantada com seus versos.sempre intensos

    Aplausosssssssss

    Bjs

    • Grato, Ciducha! Sua visita, sempre prenúncio de satisfação e de amizade! Bj !

  • Encantada amigo Roffato, parabéns, belo trabalho, abraços.

    • Grato, Cristina! Muitas vezes, eu fiquei olhando seus versos depois de lê-los - encantado, também!

      Agradeço sua visita e gentileza de comentar! Um abraço!

  • Talento, lirismo, técnica, afeto e amor em seus lindos versos.  Parabéns amigo Poeta. Amei seu poema.  Boa noite.

    • Grato, Luísa! Percebi que a delicadeza dos seus versos vieram junto com seu comentário: agradeço-lhe muito!

  • O que decodifiquei foi suficiente para sentir a sua sensibilidade e seu bom gosto.

    • Grato, Sam! A cada mensagem sua, decodifico também mais e mais generosidade: obrigado!

This reply was deleted.
CPP