Eternamente!

6179941474?profile=RESIZE_710xEternamente!

Nos castiçais de meus encantos
Moram sonham deslumbrantes
Ali estão em cada um dos cantos
lembranças de belos instantes.

Quando o reflexo da lua faceira
Bate nos castiçais lentamente
Um calafrio me arrebate por inteira
E lágrimas rolam mansas e quentes.

Saudade de teus carinhos de repente
apertam o peito, sufocando a alma
Lembro teu beijo doce e tão ardente
Mer Ser é envolvido por uma calma.

Na mente a sensação que estás aqui
Ao meu lado como antigamente.
Ainda não acostumei a viver sem ti.
Sei que vou te amar eternamente!

Márcia A Mancebo

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Bravo, poeta. Poema prenhe de lirismo que é tua marca registrada.

    1 ab

    • Obrigada Nelson.

      Bjs

  • Sim estimada Márcia, como encanta-nos seus Poemas de Amor.....Neste tema todos os Poemas tem os seus próprios conteúdos, um dom que você tem, e então:

    Parabéns por mais esta obra.

    de Antonio Domingos

    • Obrigada Antônio.

      Abraço

This reply was deleted.
CPP