Inspirações

Mentira com Mentira se Paga

Mentira com mentira se paga
 
Chiquinho não ignorava que o facto de ser filho de um dos casais com maiores dificuldades económicas, o transformava no patinho feio do grupo de garotos do bairro.
Aliado ao facto de, muitas vezes, não poder acompanhar os outros garotos nas idas ao cinema, o principal divertimento das tardes de sábado, havia que juntar a inocência de um menino vindo da pacatez das terras Alentejanas. Estes dois factores contribuíam, e muito, para que não raramente se visse como o alvo principal das partidas dos seus companheiros de brincadeira.
Certo dia passava, no cinema da terra, o filme “Jerry Lewis na Marinha”, o que, desde logo, despertou nos outros garotos, o pretexto desejado para pregar mais uma partida ao Chiquinho. Reuniram-se, sob o comando de Jorginho, o menino rico lá da rua, e delinearam estratégias de actuação, que ninguém ouse ignorar as potencialidades das crianças, assim decidindo que um dos amigos mais próximos de Chiquinho, o iria convidar para irem ver Jerry Lewis na marinha, mas com má fé.
Se bem o pensaram, melhor o fizeram. Chiquinho, não desconfiando de nada, acabou de almoçar e disse ao pai que ia dar uma volta. Assim que se apanhou na rua, correu, correu, correu, pois não queria chegar atrasado ao que pensava ser a hora de Jerry Lewis, o actor da época, só que, ignorando o plano dos outros garotos para se rirem à sua custa, em vez de se dirigir para o cinema da vila, foi direito ao quartel da marinha que também ali existia.
Esperou, esperou e nada. Pensava que se tinha atrasado, visto que não se via vivalma na estrada que levava de Vila Franca a Alhandra, a não ser ele. As horas foram passando e, Chiquinho, vendo que nada acontecia, resolveu voltar para casa. Foi só ao chegar ao cimo da Calçada da Barroca que se apercebeu do logro em que caíra:
- Então Chiquinho, o Jerry Lewis estava bom?
Era o mesmo amigo que o induzira no engano. Chiquinho fingiu não perceber de que falavam. Engoliu em seco e pensou que o seu momento acabaria por chegar.
Passados, mais ou menos, dois anos, Jerry Lewis veio a Portugal, a Lisboa, e Chiquinho entendeu ser chegada a sua hora. No domingo vestiu a sua melhor roupa e saiu para a rua, fazendo questão que os outros garotos o vissem. Depois, foi-se retirando, a pouco e pouco, e quando lhe perguntaram onde ia, respondeu-lhes:
- Agora não vos posso dizer, é surpresa. Depois vos conto.
Chiquinho só voltaria a ser visto no dia seguinte, com um sorriso que ia de orelha a orelha:
- Que tens tu? Porque estás assim tão contente?
- Sabes uma coisa? Ontem, quando me viram ir embora, sabes onde fui?
- Não. Onde foste?
- Fui a Lisboa ter com o Jerry Lewis. O meu irmão escreveu-lhe uma carta a contar o que vocês me fizeram e ele quis conhecer-me. Olha, até me deu uma foto com um autógrafo.
O outro miúdo não tardou a espalhar a notícia. Jorginho, o rico do bairro, fez questão de ver a foto:
- Olha, dou-te vinte escudos por essa foto.
- Nem penses. O Jerry Lewis deu-ma a mim.
- Bem. Eu vou fazer uma coisa que nunca fiz, vou partir o meu mealheiro e dou-te o dinheiro que lá tiver, olha que é muito.
Chiquinho mostrou alguma resistência mas acabou por ceder. Recebeu o dinheiro, correu para casa, escondeu-o no quintal e não disse nada a ninguém.
Passados anos, quando já era adolescente, reencontrou Jorginho, cuja vida dera uma grande volta, e disse-lhe:
- Então, ainda guardas aquela foto do Jerry Lewis que cortei da revista “Maria”? Se a tiveres, compro-ta pelo mesmo valor que me deste naquele dia.
Julinho ficou vermelho de raiva, retirou-se e nem respondeu.
 
Francis Raposo Ferreira
20/11/2019
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    3703800148?profile=RESIZE_710x

  • Gestores Adm

    A vingança não engrandece. Mas neste caso, o troco deu a Chiquinho grande satisfação.

    Muita gente pensa que pode, sempre, sair ileso das mãs ações.

     

  • Ainda bem que Jorginho era uma menino bem esperto. Aplausos pelo belo conto

This reply was deleted.
CPP