Inspirações

PERSEVERANÇA

Meu querer quando parte

Sempre me reparte ao meio

Se leva uma parte contente

A outra parte desconexa

Se descontenta, desleixa

E se deixa perplexa, desconecta

 

Torna-se um suplicio

Essa metade sem a outra

Uma banda faltando um lado

Incompleta sem um pedaço

Meia face da face inteira

 

A parte que segue chora

A metade que fica sente

Contentam-se com o que possa

Dissimular a ausência

E quando regressa festam repletas

 

De resto é perseverança

 

PSRosseto

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Paulo Sérgio Rosseto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP