Inspirações

Persianas de Mim

Persianas de mim

 

Fechei as persianas de mim,

Alheando-me de tudo,

Custou-me terminar assim,

Mas detestava este mundo.

 

Mundo desumano e falso,

Que nos fala de esperança,

Mas, depois, a cada passo,

Nega esperanças a uma criança.

 

Mundo hipócrita e sacana,

Que deixa velhos abandonados,

E proclama igualdade humana.

 

Mundo mordaz, duro e rude,

Onde os mais ovacionados

São os que não têm atitude.

 

Francis Raposo Ferreira

30/10/2019

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Boa noite! Este mundo insano. É  fruto do homem. É  marcado de fragilidades e absurdos. Tão  desigual. Sua poesia nos faz pensar na falta de amor na humanidade. Aplausos, poeta.

  • Gestores Adm

    Boa tarde, poeta Francisco. Esse mundo retratado em vossa poesia é mundo criado pelo próprio homem(ser humano) e, o mais impressionante é que, além de atingir sua sociedade ele ainda danifica a socidade das outras criaturas.

    Bela poesia.

    Parabéns!

This reply was deleted.
CPP