Ponto e vírgula

Resultado de imagem para pensamento

Em volta de tantos olhares,
Meus pensamentos serpenteiam,
São tantas coisas no decorrer do dia,
Olhos as horas como de costume,
Na imensa correria da vida voraz,
Sugando minha energia saturada,
Ambíguos sorrateiros da liberdade.

No coração a lembrança da saudade,
Resistência diante dos pesares,
Imbróglios da existência ansiosa,
Ludibriando sonhos cansados,
Escaninho do eu em pedaços,
Na solidão momentânea sem aviso,
Juntando os fragmentos da jornada.

As vezes me perco em digressões,
Sem saber onde estou,
Desejando lugares secretos,
Para esconder-me de pessoas estranhas,
Fugir do caos nas braços do silêncio,
Ficar ali refugiado na beleza da ressurreição,
Aguardando minhas outras vidas lá fora.

Sirlânio Jorge Dias Gomes

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Sirlanio Jorge Dias Gomes

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    678310028?profile=RESIZE_710x

  • Parabéns,  Sirlanio!

    Lindo demais! 

    Abraço 

  • Bela Composição.

    Você mencionou numa das postagens da Angélica sobre alguns "deslizes" que talvez tenha cometido quanto à escrita do vocabulário português.

    Porém, lhe digo que Pior do que não saber cem por cento escrever corretamente, é saber escrever e Não Ter Conteúdo.

    Conteúdo você tem de sobra, portanto, alegre-se, pois você escreve muito bem.

    Todos erramos. Eu erro. E não há vergonha nisso. Apenas busquemos não errar mais.

    Aplausos e Grande Abraço!

  • Inspiração maravilhosa, amei sua poesia. Uau!

This reply was deleted.
CPP