Inspirações

Sentimento

Resultado de imagem para amor surreal

Já era a noite grata temperança, 
Quando encontrei o teu beijo, 
Tendo tua alma toda nua, 
Vertendo em meu corpo o céu, 
Enlevo do paraíso aos meus lábios, 
Serena afeição que me sossega. 

Cobriu-me teu véu de ternura, 
Feito anjo de asas estendidas, 
Soprando em meu rosto a vida, 
Fartura de amor consumado, 
Quando a saudade impiedosa, 
Insistia na ausência de tua face. 

Meu sorriso fundiu-se ao infinito, 
Evocando a singeleza da primavera, 
Figura da minha alegria concedida, 
Enamorada de beleza condizente, 
Pulsação do meu peito abrasado, 
Ébrio mortal afeito de amores. 

Era a noite de tal modéstia, 
Que a brisa poetizou o tempo, 
Joia adorável de riqueza bendita, 
Dádiva amorosa cordial ensejo, 
Luzente vislumbre fadado, 
Alento da felicidade. 

Sirlânio Jorge Dias Gomes

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Sirlanio Jorge Dias Gomes

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Uauuu! Extasiada! Lindíssima poesia.

    Parabéns, poeta.

  • 125032426?profile=RESIZE_710x

  • Um primor! Poesia recheada de versos notáveis de um sentimento sublime. Parabéns 

    • Um grande beijo poético para você.Um grandioso obrigado pela apreciação e bom feriado.

This reply was deleted.
CPP