Inspirações

TÃO LONGE E PERTO

Há entre nós um grande silêncio

Desconhecido mistério da razão

Que vive tão longe quanto um átomo

Ou tão incontrolável e perto

Feito a vastidão das areias

 

Deserto e solidão do apego noturno

Vocábulos descritos tatuados

Injetados nas veias

Reservados em talhas de madeira

Adormecidos pela noite inteira

 

Fazer amor contigo

É sorver velhos vinhos

Enquanto escondidos anseiam

Quando revelados embriagam

Se provados incendeiam

 

PSRosseto

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Paulo Sérgio Rosseto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP