FEITIÇO

 “FEITIÇO”

 

 

Você é o bolero

Que enfeitiça minha vida

Deslizando suavemente os  pés

No palco do nosso ninho.

 

Você é a luz dos holofotes

Que brilha ao sabor da bela música

Transformando nosso caminho

Entre flores perfumadas.

 

És o som dengoso

Da melodia que penetra fundo

Nossos corações

Tornando-nos um só.

 

És o marulhar das ondas sonoras

Que brincam de esconde-esconde

Entre abraços e beijos

Ao som dos mágicos boleros.

 

 

 

JC BRIDON

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP