APENAS UM DETALHE

 

Imaginação que não se guarda

Dentro da massa cinzenta neural

Pé desnudo e roupas sobre tapetes

Cama

E a imensidão do universo como chão

 

Momento que não se acorrenta

Em números digitais ou ponteiros

O toque na pele e as curvas sinuosas

Amor

E uma erupção de sentimentos no sangue

 

Prazer que não se mede ou se pesa

O mundo não teoriza profundidades

Um verniz transponível só por nós

Sedução e prazer

E imensos segredos em nanofragmentos

 

A lua é apenas um detalhe

 

(Cláudio Antonio Mendes)

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns aplausos poeta abraços 

  • Gestores

    136026076?profile=RESIZE_710x

  • Gestores

    Insi-NU-ante...

    Cri-Ativo...

    Sensu-UAU...

    Quantico-NANO...

    Enfim... Resta-nos Aplaudir em Mils Plac's Plac's Plac's . . .   . . .   .

    gaDs

    135838613?profile=RESIZE_710x

     

     

  • Maravilhoso poema que traz o amor sempre infinito. Meus aplausos Poeta Claudio. Abraços.

  • Gestores Adm

    Lindo poema, Cludido, como sempre.

    Parabéns!

  • Gestores Adm

    135600077?profile=RESIZE_930x

This reply was deleted.
CPP