Minhas Atividade

CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on SAM MORENO's blog post COMUNICADO AOS NAVEGANTES
"NO AGUARDO. Abraços."
Out 21
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on SAM MORENO's blog post COMUNICADO AOS NAVEGANTES
"No aguardo do seu trabalho."
Out 20
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post VERSOS APENAS
"Encantado pelo teu soneto. Abraços."
Out 20
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on Eudalia Alves Martins's blog post DIA DO POETA!
"Não sei se sou poeta, mas sinto-me homenageado. Sinto-me descrito em teus versos, Agradecido, abraços."
Out 20
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on Alcebíades Júnior's blog post Não Dançais, Não chorais
"Um texto poético/profético, reflexivo para minha tarde/noite de sábado. Cabe a nós, cristãos, não deixar a música parar. Se a gente não conseguir, as pedras cantaram. Abraços."
Out 20
CLAUDIO ANTONIO MENDES posted a blog post
A pessoa não escolhe ser um poetaÉ a poesia que escolhe uma pessoaObrigando a alma a fazer tal coletaDe metáfora enquanto a voz ressoa Esse silêncio na minha cabeça ecoaCansando como se fosse um atletaA pessoa não escolhe ser um poetaÉ a poesia que…
Out 20
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post CERTAS MURALHAS
"Obrigado pela visita e comentário."
Out 16
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post CERTAS MURALHAS
"Obrigado pela visita e comentário."
Out 16
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post CERTAS MURALHAS
"Obrigado pelo comentário."
Out 16
CLAUDIO ANTONIO MENDES posted a blog post
As tardes são singulares quando os olhosSão capazes de traçar as linhas do horizonteE o aroma das flores inebriantes entorpeceQuando os lábios mergulham na fonte Mas a tempestade que a vida tece ao acasoNos cobre com suas nuvens escuras e úmidasO mu…
Out 14
CLAUDIO ANTONIO MENDES posted a blog post
  Não sentir mais o peso da vingançaFazendo a língua salivar venenosCuspindo ácido sobre flores inocentesRasgando peles na calma das relações Mergulhar sem ter medo ou receioDentro do abraço despretensiosoPercebendo que a água é límpidaE a sede é ro…
Set 29
CLAUDIO ANTONIO MENDES posted a blog post
Eu pisei sobre os cacos do meu orgulho Depois das quedas Rastejo hoje entre entulhos fumegantes Buscando moedas Minhas asas feridas apenas gotejam Sangues arrependidosMigalhas de decepções sobre a trilha Levam-me Por labirintos sufocantes e famintos…
Set 15
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post VAGA POSSIBILIDADE
"Obrigado pelo comentário, querida poeta. Abraços;"
Set 15
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post VAGA POSSIBILIDADE
"Abraços pelo comentário e agradecendo a formatação."
Set 15
CLAUDIO ANTONIO MENDES commented on CLAUDIO ANTONIO MENDES's blog post VAGA POSSIBILIDADE
"OBRIGADO PELO COMENTÁRIO. Abraços."
Set 15
CLAUDIO ANTONIO MENDES posted a blog post
Não me preocupo com a morte das floresO tempo não me permiteAs lágrimas estão em via de fabricaçãoE o céu cinza de agosto é premonição Não me ocupo com as poeiras sobre a mesaAs palavras agora não se colam em papéisO poema frequenta as redes sociais…
Set 9
Mais…

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • http://casadospoetasedapoesia.ning.com/publicacoes/feliz-aniversari...

    FELIZ ANIVERSÁRIO PARA NÓS - 14.08.2018!
  • Adm

    Feliz Aniversário. Claudio. Felicidades!

  • FELIZ ANIVERSÁRIO CLAUDIO!

  • Feliz aniversario Claudio!
    abraço

  • Adm

  • Adm

  • Bem vindo, poeta Claudio.

    É um grande prazer recever vc.

    Tem aqui seu quarto na Casa para que arrume a seu gosto e paseie por ela até conhecer bem outros quartos, salas, recantos, jardim... 

    Me desculpa se agora não posso deixar dicas e enlaces diteitos. Nem sequer uma imagem.

    Escrevo desde o celular, mui simples.

    Mas com segurança qualquer um dos administradores pode deixar em outro momento.

    Também para qq dúvida, pode comunicar-se com nós pelo chat ou pela Caixa, e não sinta constrangimento em preguntar ou pedir socorro se precissare.

    Em quanto me seja possivel, receverei melhor a você. Uma alegría ter um morador mais com nós nessta sua Casa também agora.

    Abraços poéticos desde Espanha.

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Agosto 14


1) Qual o teu nome completo?

CLAUDIO ANTONIO MENDES


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

14/08/1971


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

MUTUM, MINAS GERAIS, BRASIL


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Tenho escrito em horas vagas, em horas que a mente é invadida por uma ideia lúcida/absurda, dependendo do ponto de vista de da vista do ponto onde o sujeito se encontra. Então, meus dois cargos de professor (Ciências Biológicas) no estado ora ajuda, ora atrapalha. Nesse momento, dois contos aprovado pela editora ANDRESS para suas antologias.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Edith Lobato


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://www.facebook.com/claudio.antoniomendes


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

VERÃO sol que não se acaba amor sem ocaso nosso caso *** hai cai - 04 Flores emergem Perfumam continentes Eu, só, afundo


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 2253

Grupos que participo

Minhas Discussões

A RAZÃO

A RAZÃO As estrelas não podem cair Sobre os nossos telhados Mas podem vim morar Em olhos apaixonados   Não adianta subir Tentando alcançá-las Elas apenas são brilhos Guiando-nos pelos trilhos Encantados do amor   Mas a lua, esta sim Teve sorte de…

Saiba mais…

NA SIMPLICIDADE SERENA

Não pegue a sua lanterna E procure o amor no fundo das florestas Das que ainda restam E nos versos do velho poeta   Não pegue seus objetos sagrados E procure o amor em sobrados tristes De casas amargas E nos gritos de socorro sufocados   Não pegue…

Saiba mais…

A DIGESTÃO DA SELVA

(INDRISO)   na selva em que serena afugenta-se a alma pequena árvores e monstros se confundem   sereno intenso vira cascata entorpece-se com o cheiro da mata loucura e lucidez se fundem   seja natural, seja de pedra   a selva nos mastiga com o que…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP