Inspirações

Mais um dia

Mais um dia 

A velha luz dos postes longe de mim
Que tremiam aos meus olhos
E que eu sorria por ter de as ver assim
Hoje, são apenas luzes e postes.

Hoje, parece que fingem estar lá...
Antes eram luzes que estavam longe,
e me encantavam
hoje, não as sinto da mesma forma.

Já não brilham em mim
não me luzem em meus olhos
Já nada me inspiram, o que me inspiravam
Já nada me curam, nem essa paisagem.

Porque me sinto assim?
Desinspirado,constipado, 
Será que tenho febre? é isso!
mas aqui bem dentro de mim...

Nao sinto aquele ar de se respirar felicidade,
Nao me sinto a olhar com um olhar,
A luz do horizonte pouco me encanta,
As luzes dos postes pouco vibram.

Nada me traduz neste esclarecimento
Nem a minha liberdade de inspiração
O mal que sinto neste momento
Sinto eu ca dentro no meu coração.

Bruno Alves

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Bruno Alves

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Bela composição. Aplausos!

  • Belíssimo! Parabéns

  • Gestores

    Deslumbrante poema! Parabéns!

  • As experiências da vida que nos tornam mais fortes e decididos.Parabéns poeta!

    • Para mim um poema retrata a forma como o poeta se sente, no momento em que o escrevi estava a pensar e isso fez-me sentir triste. Mas a minha vida nao é só tristesas , o meu dia a dia é feliz com muita sinceridade e honestidade tiro proveito da mais pequena coisa mas contando com todas as coisas há coisas que entristecem. Nada é perfeito . obrigado pela apreciação.

  • Gestores Adm

    Maravilha de poesia poeta Bruno.

    Aplausos!

    Obs. Por favor, coloque abaixo do poema, sempre, a sua autoria (nome). Obrigada.

    • Obrigado

This reply was deleted.
CPP