Inspirações

Odeio você

Odeio esse seu cheiro que inebria,
Essa sua voz macia
E seu toque que cativa.
Odeio Você!

Odeio essa brincadeira de cão e gato
Que me procura em seu ato
De loucura e depois me dá desprezo.
Odeio você!

Odeio sentir sua falta,
Seu cheiro, seu carinho que cativa,
Seu calor que alucina.
Odeio você!

Dizem que amor e ódio andam de mãos dadas,
Não sei, apenas quero que tu venhas!
De forma ou outra, nestas caminhadas
Aqui estou de braços abertos para nossas vidas.

Jasmine Costa

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Jasmine Costa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belíssima obra! Gostei muito poetisa Jasmine. A paz.
    • Muito obrigada pelas formatações e comentários!! Beijos
  • Um odiar com gosto de amar. Maravilhosa poesia Poetisa Jasmine Costa. Abraços.

    • Muito Obrigada, Ricardo!! Abraço
  • Adm

    Penso que, no âmbito das relações quando o ódio se faz intenso é porque começa a aniquilar a razão.

    Aplausos!

    • Muito grata, Edith!
  • Odiar é tão intenso quanto amar.

  • As queixas são apenas a forma de dizer o contrário do que se está sentido:

    ÓDIO = AMOR!...

    QUE MARAVILHA DE POEMA MUI BEM CONSTRUÍDO E DE FORMA BASTANTE MAGISTRAL!...

    APLAUSOS.

This reply was deleted.
CPP