SOMOS GENTE!

Gente! Somos gente. Nesta terra de Deus
Brasil! Pátria amada. Terra sagrada. 
Somos gente implorando, os nossos quinhões.
Entre os mais de duzentos milhões. 
Se livre das drogas! 
Ame a si próprio corra atrás do que é seu. 
Se livre dos reis, que esta terra é de Deus.
Raça de gente, gente valente. Cara pintada, cara amarrada. 
Cara de fome, cara drogada. Cara de raiva, cara forjada.
É gente sofrida, buscando na vida. Pão e guarida, de cara pintada.

Esconde o rosto, por que tem vergonha. 
A noite anda e de dia sonha. Esperando do céu socorro e perdão. 
Onde tudo é limpo não existe pão. Ainda deve para a sociedade. 
Uma vida de satisfação. 
Quando bate na porta do rei ele grita: 
Sai daqui malandro! Trabalhar é bom. 
Mas não dão emprego para o tal cidadão. 
Gente valente busca socorro, na maior perdição. 
Envolve-se nas drogas, e vira ladrão.

Miséria que queima a mente e a alma. Seca o corpo e traz desespero. 
Vai cegando gente, que é obrigado assumir todo erro. 
Saia da roubada, isso é confusão. Ninguém te entende, o sê está na prisão. 
No real: você, você, você é gente. Não faça cumprir a ordem do rei. 
Levanta a cabeça, de a sua mão. A favor da guerra contra a corrupção

Não ouça o rei, ele é folgado. Ele não cheira, não injeta, não traga. 
Envolve-te no vicio, por uma migalha. Ele enche o bolso do seu rosto suado. O seu fica furado, funde sua mente. 
O rei vira passado, você o presente. Você vira culpado, o rei o inocente.

Não tenha medo, seja esperto. Erga para o rei, um sinal vermelho. 
Levanta tua cara, olhe no espelho. Fuja da dor, encontre o amor. 
Não seja tolo, o rei é seu pavor.
Ele bebe teu sangue, te enterra. Vive mais que você, muitas primaveras. Usa gravata, carro importado, terno bom. 
E você drogado ganha sete palmos de chão.

Para você não tem lei, ninguém tem pena. Quem te condena não tem coração. É o próprio rei que te dá à cama. Para você dormir deitado na lama. 
O rei te ilude diz que é melhor. Muda de cara, te prega moral. 
E por baixo do pano te joga na pior.

Gente! Livrem-se da ilusão.
Devolva o troco para o seu inimigo. Se livre do castigo dizendo não. 
Ninguém se importa se ler no jornal. 
Na primeira página, que você morreu.

O próprio rei tomando whisky
Vai ironizar, sorrir e dizer: 
- Quem é esse? Que bom! Não foi dessa vez. 
Este eu não o conheço! Graças a Deus.

Agora eu quero ver, você que está assistindo. 
Abrir espaço na primeira página. 
Contar para mundo que me viu sorrindo
Anuncie! Põe no seu jornal.
Trate a gente de igual para igual
Não quero ler que alguém morreu. 
Aqui quem fala é um cara pintada
Saindo da roubada. 
Graças a Deus

Minhas Atividade

Branca Tirollo replied to Angel's discussion Desafio Poético em comemoração ao 3º Aniversário da CPP - Casa dos Poetas e da Poesia
"SOBRE AS PALAVRAS: Chuva, emoção, agenda,noite.
SONHEI...
 
Quão bom adormecer com a chuva
Com os dedos doloridos de emoção
Depois de colorir minha agenda
Sobre o olhar da lua em meu colchão.
Foi um sonho, nada mais que um sonho
 
Acordei feliz, e s…"
Set 2
Branca Tirollo compartilhou seu post em Facebook
Set 2
Branca Tirollo commented on SAM MORENO's blog post ASSIM TE LOUVO
"Sam. Linda poesia. Peço desculpas por andar afastada. São muitas fatalidades que implicam na nossa vida como um enorme moçar. Para tirar as pedras do caminho é preciso mais do que força física. É preciso sabedoria e espiritualidade. Por mais que bus…"
Set 1
Branca Tirollo replied to Edith Lobato's discussion Composição de indriso sobre imagem - mês de Agosto/setembro/18 in Indrisos
"Livita. Que lindo! Você postou na imagem. Obrigada. Adorei!"
Ago 20
Branca Tirollo replied to Edith Lobato's discussion Composição de indriso sobre imagem - mês de Agosto/setembro/18 in Indrisos
"Olá Edith. Obrigada por elogiar. Foi a reação do momento, onde nossas escolhas refletem os nossos sentimentos mais puros e verdadeiros. E não mais as paixões súbitas de uma juventude de sonhos. Agora há uma realidade segura quanto aos nossos pensame…"
Ago 20
Branca Tirollo replied to Edith Lobato's discussion Composição de indriso sobre imagem - mês de Agosto/setembro/18 in Indrisos
"Sossegada
 (Branca Tirollo)
Meu olhar impulsa meus pensamentos que,
mais que de repente aflora minha pele nua.
Nua de outros lábios, toques e beijos presentes.
 
Fantasia minha. Meu rosto envelhecido, chora.
Meu “eu” deseja ser só. Terminantemente e…"
Ago 19
Branca Tirollo compartilhou sua discussão em Facebook
Ago 19
Branca Tirollo compartilhou sua discussão em Facebook
Ago 19
Branca Tirollo e Roger da Gama Rocha agora são amigos
Ago 5
Branca Tirollo e Adriano Antonio Pereira agora são amigos
Gestores
Mai 27
Branca Tirollo commented on Branca Tirollo's blog post Parabéns a todas as mamães do mundo
"Obrigada Marsoalex. Abraço poético"
Mai 14
Branca Tirollo commented on Branca Tirollo's blog post Parabéns a todas as mamães do mundo
"Bom dia José! Obrigada pelos elogios. Abraços meus"
Mai 14
Branca Tirollo commented on Branca Tirollo's blog post Parabéns a todas as mamães do mundo
"Boa tarde. SAM, realmente mãe é aquela que acolhe com amor incondicional, mesmo que não seja do mesmo sangue. Obrigada pelos elogios. Abraços meus"
Mai 14
Branca Tirollo compartilhou seu post em Facebook
Mai 14
Branca Tirollo commented on Branca Tirollo's blog post Parabéns a todas as mamães do mundo
"Obrigada querida. Um forte abraço de boa noite.
 "
Mai 14
Branca Tirollo posted a blog post
Mai 13
Mais…

Meu Blog

VAMOS SALVAR A NOSSA NAÇÃO?

 

CORRUPTOS E CORRUPTORES TEM QUE ACABAR

(Este texto foi redigido para todo cidadão e deve ser encaminhado para muitas pessoas. Quanto mais ser repassado, o texto, mais aumentará as chances de conseguirmos mudar a trágica história…

Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Bem-vinda!

  • Bem vinda!!

    Nieves Merino Guerra
    Onde o amor e a amizade se encontram em poesia
  • Bem vinda!!!

     

  • Gestores

  • Gestores

    SEJA BEM VINDA BRANCA!

  • Gestores

    Bem Vinda à CPP - Casa dos Poetas e da Poesia - Poeta - Escritora - Roteirista e Humanitarista Branca Tirollo!!!

    Solicitamos que coloque uma Foto em Teu Perfil. Para tal - Clique no Alto em "Minha Pagina" a seguir no ícone "Opções" no alto - à direita e no Menu que se abrir em "Foto" - logo abaixo de "Edit Profile".

    Temos no Alto um singelo Tutorial de "COMO" interagir na CPP. Independente disto, nos colocamos ao dispor para quaisquer informações - ajuda ou esclarecimentos.

    CPP - Corpo de Gestores (C)

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Fevereiro 11


1) Qual o teu nome completo?

Branca Tirollo


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

11\02\1955


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

JAU\SP\BR


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Escritora, letrista, dona de casa, confeccionista, Membro do Conselho Estadual das Academias de Letras do Brasil, e uma mulher que desafia o destino e desconhece o medo. Sou revolucionária e espiritualista.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

SAM MORENO - casadospoetasedapoesia


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em interagir conforme possa, com os demais membros participando e interagindo das atividades da Casa?

Sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.facebook.com/branca.tirollo.3


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

A BARRELA DO NOSSO AMOR Ficou na cisão dos nossos corpos No pensar afásico, nos devorando Na escuridão da noite, na saudade O vento frio sempre entoando A palavra amarga fez-se dócil Que de tão dócil nos trouxe o tédio Fechando nossos olhos dos encontros Onde separar fora o remédio Agora nos chamamos sempre Por existir na barrela, lembranças Nada mais que um nome, nada mais que a dor Nada mais que anseios, nada mais que amor AMOR INOCENTE Mande um sorriso de lembrança Uma ponta do teu jardim Umas gotas perfumadas Com cheiro de alecrim Joga um beijo da janela Encena á luz de vela Que o vento traz Para mim


Profile Style - Long Answer - Codigos Ning - Não Responda esta Questão -

17220-150


Minhas fotos

Autor em tela

CPP