Inspirações

Impressão

 

Por Jennifer Melânia

 

A impressão saiu de letras tortas

não era bem o que sonhava ver

imaginei um lago profundo, água parada

um pássaro indeciso a margem, será que voo?!

fiquei ali num torpor, esquecida, apagada

o lago sempre o mesmo, a água parada

o pássaro esqueceu como voar e ficou

igual a mim poeta, a impressão nos olhos

na verdade, já tatuada uma cena na imaginação

e esta cena se repetiu tão bobamente, parecia

(me perdoe) que o mundo havia dado um apagão

confesso, levei tempo para entender, foi eu, foi eu!

a impressão não era como pintei

havia sim um lago, mas era transparente, aberto

o pássaro repousava enquanto bebia água, se deliciava

e eu, não fiquei ali, eu andei. eu vivi, eu impressionei

as letras tortas são minhas especialidades

gosto delas...parecem as mais certas, improfundas! 

talvez, porque vejo migrar beleza para as diferenças

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • O que seria da arte sem as impressões?

    Maravilhoso texto.Parabéns!

  • Mais um maravilhoso poema, Jennifer!

    • Obrigada, Marso, abraços  poéticos .

  • Adm

    Maravilha de composição, poetisa.

    Mais uma vez parabéns pelo lindo momento.

     

    • Querida  Edith, obrigada!! Bjim pra vc

  • Mais uma preciosidade poética compartilhada aqui na nossa casa. Abraços.

    • Obrigada, Cláudio! Um prazer fazer parte desta casa.

This reply was deleted.
CPP