Gestores

José et Maria in: O que você faria?

José et Maria in: O que você faria?

Frutos de um ‘amor carnal’ / onde transar é o ritual

OliviA e AliviO vêm ao Mundo / que não será mais igual

OliviA completou 21 anos / e qual será seu destino

Pois prefere sair com GarotAs / nunca saiu com meNino

AliviO já fez 19 anos / e nunca teve uma naMoradA

E olha com amor os GarotOs / sem s’importar com mais nada

E agora? José e Maria indagam / sobre essa questão de gênero

Já que é visível a opção dos Filhos / não é somente algo efêmero

Ficam imaginando AliviO / apresentando lindA naMoradA

E tendo toda liberdade no Lar / com festas e até churrascada

Imaginam agora OliviA / lhes apresentando O naMoradO

Que é recebido com festas / e por Todos mui abraçadO

No entanto a verdade é outra / e diante dos Pais se revela:

AliviO e OliviA se apresentam: / Ele com Ele Ela com Ela!

Agora pergunto aos Leitores / falando sério – não brinco –

OliviA e AliviO devem ser tratados / qual as estrofes 6 e 5???

Reflitam bem antes de responder / usem da real sinceridade

E não qual o Poeta fingidor / que mente dizendo a verdade!!!

*** * ***

271017 – 11:01AMBR – gaDs

*** *** *** ***

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Oi Zeca Feliz, boa tarde.

    Cheguei ....

    Li seu poema com carinho, como leio todos. Reli, reli....para responder a pergunta que vc faz sobre o poema.

    Conversando com o Professor e Poeta Edvaldo Rofatto sobre o polêmico assunto de Ideologia e Diversidade de Gênero, fiquei deveras pensando na resposta que deveria deixar aqui.

    Li a explanação dele e de todos os outros poetas como faço sempre também.

    Tema polêmico e delicado porque ainda não estudamos a fundo o mesmo e só lemos o que encontramos na Mídia falada e escrita. Falta ater-nos com profundidade para que possamos dar o nosso parecer correto.

    Como cristã, posso dizer sobre José et Maria, que o amor está acima de tudo, o que importa é a pessoa. Seu caráter, honestidade e sua vivência na família.

    Faço minhas as palavras do Poeta Edvaldo Rofatto que tão bem explanou sobre o assunto.

    Gostaria de escrever mais, mas me alongando talvez não chegue ainda num consenso plausível.

    Parabéns Zeca Feliz pela coragem e inspiração nesse seu trabalho.

    Não sei se respondi o que pediu, espero que sim.

    Deixo aqui o meu caloroso abraço e respeito caro poeta.

    Veraiz Souza

  • Gestores Adm

    O tema é bem delicado e muito sério e não está superado não. Penso que todo merecem ser respeitados em suas essencias, não sou fã dos modismos que alastram a sociedade de tal forma que os valores estão sendo descartáveis.

    Lindo poema e boa abordagem do tema.

    Parabéns e meu Destaque.

  • Interesante e boa sua escrita..

    Ainda acho que é um tema superado na maioria do nosso mundo atual.

    Parabéns! Felicidades!

  • Questão extremamente difícil e delicada, Zeka! E muito bem e belamente explorada em seus versos!

    Ideologia de gênero, para mim, é uma vertente política cujos contornos estão muito diluídos - pode ser que estejamos sendo "arrebanhados" para um modismo de intenções, no mínimo, discutíveis, e a serviço de grupos que sequer imaginamos...Numa visão rápida, e sem o peso das academias, divirjo de todas as "logias" (essa, em particular, de modo ferrenho) que não se sustentam no confronto com "logias" afins.

    Explico-me: como aceitar a ideologia de gênero que não responde aos questionamentos da Biologia: uma vez, "xx", sempre, cromossomicamente, feminino; sendo "xy", sempre, cromossomicamente, masculino - não há cirurgia para mudança de DNA. Também não responde aos imperativos da Psicologia: o psiquismo é estruturado em três camadas (ego, id, superego), a última camada exige, para sua formação, que estejam bem definidos os papéis masculino e feminino (menino é menino: menina é menina - e como tal devem ser criados), tal padronização, se for o caso, poderá ser vencida na puberdade. Sem essa distinção na infância, compromete-se a funcionalidade do superego: criam-se sere amorais, a exemplo de políticos, estupradores e outros, marcados pelo embotamento da consciência. Posso estar errado, mas é o que apreendi das leituras que fiz: não sou ninguém nesse assunto, sou leigo e curioso, apenas.. E ainda nem falamos da Antropologia, da Sociologia e das inevitáveis repercussões e embaralhamentos na cabeça de quem não se aceita imaturo e não tem os recursos que só a experiência de vida confere. Fica fácil perceber, que a juventude é o foco dessa ideologia...

    De outra forma, diversidade de gênero é uma realidade percebida já nos primeiros olhares. É mesmo uma condição humana a ser, mais que considerada, respeitada na sua singularidade e na sua dor, já que o diferente sofre por desequilibrar a "zona de conforto" dos "iguais", Penso que a diversidade de gênero é um fato da natureza, uma cartela de nuances de cinza entre o branco e o preto: existe e deve ser acolhida, compreendida, amada mesmo, não tolerada, apenas. Cada pessoa é, na sua verdadeira natureza, o que ela pode ser e, a partir daí, ela pode, fortalecida pelo amor que recebeu da família, inicialmente de de outros (com um pouco de sorte, pois o mundo não tem a tolerância como ponto-chave), desenvolver-se como pessoa de be, de dignidade, de contribuição amorosa e e responsável para com a sociedade de que faz parte. Diversidade de gênero é explicada pela Biologia, pela Psicologia etc...

    Acima disso, creio que devemos nos preocupar mais com a pessoa na sua inteireza: quais ideias, valores, ética, mora, sentimentos, a tornam verdadeiramente uma personalidade. Ater-nos a um detalhe da sua conduta, parece-me reduzir em muito tudo do que essa pessoa é capaz de dizer, de ensinar, de aprender. A questão da sua orientação sexual está no terreno da sua intimidade (pelo menso é onde deveria estar, embora muitos se confundam nessa geografia) e, nesse quesito, só quem deve opinar é quem com tal pessoa compartilha a intimidade.

    Alívio e Olívia devem ser tratados conforme assinalam o item 6 e 5. Na família, primordialmente, é que está a chance de vivenciar o amor e o respeito, além de discutir possíveis redirecionamentos em bases de cumplicidade amorosa e cristã: o outro deve ser amado como eu mesmo me amo.

    • Gestores

      PPS... Tua Explanação Reflexiva - ainda que - como dissestes - tratando de algo de difícil assimilação pela nossa Sociedade, É por demais abrangente!

      Inicia com desdobramentos Biológicos - "em passant" lembra os Antropológicos e Sociológicos e com a riqueza (talvez o "az" do Magico na manga) em que nem citou por exemplo o lado Espiritual ou Metafísico com o "Crescei e Multiplicai-vos" só possível com as condições biológicas explanadas.

      MAS... - Teu final CONCLUSIVO (talvez melhor dito se "inconclusivo") onde exaltas (...) É mesmo uma condição humana a ser, mais que considerada, respeitada na sua singularidade e na sua dor, já que o diferente sofre por desequilibrar a "zona de conforto" dos "iguais"(...)

      Obrigado pela reflexiva explanação sobre tão (conturbado tema) Não deveria sê-lo - "As Conturbações - atendem (a meu ver) os interesses espúrios dos Tendenciosos Meios de Comunicação Massivas (leia-se Glob(all) e aos dos Poli TITI cos que se alimentam das podridões humanas (des-humanamente).

      gaDs! - AH - Este Texto Reflexivo-Poético, de modo algum, afirmo deva ser visto como do Tipo "Donos da(s)Verdade(s)... Humanamente (10)Humanos que "Semos"!!! + gaDs

  • Simplesmente belo

    • Gestores

      Obrigado HP (não se trata daquela Impressora ou Marca de Notebook etc) = Homônimo Poeta!

      .

      Tuas Visitas são sempre carregadas de tua aura amorosa e logo - nos faz tão bem! Logo as retribuo (com as graças de DEUS)!

      AbsFrats - gaDs

  • BOA TARDE, POETA...

    A VERDADE?...

    DEPLORÁVEL...TUDO ISTO É COISA (GLOBAL)

    DE INTERESSES POLÍTICOS ( GANÂNCIA DE VOTOS);

    e I.B.O.P.E!...

    É LAMENTÁVEL...

    O POETA PEDIU...AÍ FOI A (PELO MENOS, PRA MIM) 

    A SINCERIDADE...

    BOA TARDE.

    • Gestores

      Obrigado Menino Poeta Geraldo Zacarias!

      1) Concordo contigo (e com centenas de milhões de Brasileiros) que a tal Rede Glob(all) há muitas décadas usando de seu "maligno poder massivo" massacra-nos (Nós Povo) com "desvirtuamentos" do que chamamos de Moral e Virtudes (em especial nas Novelas que repete ostensivamente há mais de 30 anos...);

      2) NO ENTANTO... - Não é tão ou mais ainda Responsável por tais "lavagens cerebrais massivamente implantadas pela Rede Glob(all)" CADA UM DE NÓS que bastava não assisti-la para não lhe dar Ibope para "tomar outro rumo" (do mesmo modo que SOMOS também responsáveis por Eleger - Reeleger Mils Vezes CADA UM dos PoliTITIcos que demonstram no dia a dia o quanto são BANDIDOS!! - e TODOS (generalizando) dos Corrompidos Poderes Executivo - Legislativo e até do Judiciário endossam tal Cartilha de COMO Ser Bandido sem ser punido).

      3) MAS... - Respeitando - logicamente SEMPRE teu Livre Arbítrio e conhecida INDOLE para o Amor (e por via de consequência para o BEM) ainda fica no AR a Resposta: - O que fazer no Caso Poetizado:

      1) Aceitar tais "Opções" como Direito inalienável dos Filhos?

      2) Não Aceitar e puni-los de conformidade com Nossos Poderes de Pai (se assim o conseguirmos)??

      3) MAIS do que Aceitar = Valorizar suas chamadas "Opções de Gênero" os acatando com AeC (Amor e Carinho)???

            gaDs!

  • Gestores

    K_0109.gif?width=57

This reply was deleted.
CPP