#joãocarreirapoeta (69)

Crônicas — O Novo Poetinha E Os Conectivos

O Novo Poetinha E Os Conectivos — 1a Parte

Eu tenho a cognição de que a volúpia poética está simplesmente entrando em minhas entranhas.

 E como gostaria de fazer um estudo, 

sobretudo, 

sobre conectivos, fiz um delicioso e carnívoro convite para um churr

Saiba mais…

Crônicas — Resiliência — 1a Parte

Resiliência  — 1a Parte 

Certa tarde peguei meu carro e quando vi estava em um dos Shoppings de Campinas. 

Na sua entrada tem uma gigantesca e lindíssima andorinha. 

Automaticamente, eu já estava dentro da minha predileta cafeteria. 

Sentei-me num canto

Saiba mais…

Crônicas — O Colecionador De Sonhos

O Colecionador De Sonhos

Acovardado. 

Aquele que nunca foi que atire a primeira pedra. 

Esse adjetivo tem um monte (até parece que nasceu nos tempos que não tinha televisão), de parentes:

Acobardado, amedrontado, apavorado, tímido, acanhado, atemorizado,

Saiba mais…

Crônicas — Reminiscência De Uma Vida

Reminiscência De Uma Vida

Ultimamente, eu tenho tido mais contato com Ricardão. 

E, ele tem me chocado bastante, assunta só: —

— Professor, humildemente, eu lhe peço um fiapo do seu precioso tempo, haja visto que, estou tentando lembrar algumas passagen

Saiba mais…

Crônicas — Dê Vida À Sua Escrita

Dê Vida À Sua Escrita

Você que me lê, 

principalmente,  as senhoras e senhoritas, 

me desculpem a expressão que vou usar:  Lamentavelmente, 

um texto, uma poesia, um poema, uma crônica, até mesmo um pensamento criado nas “coxas”, 

por mais lindas que essa

Saiba mais…

Crônicas — O Novo Poetinha E As Aspas

O Novo Poetinha E As Aspas

A capilaridade poética de Juão Karapuça é simplesmente indiscutível, entretanto, sábado passado, meu celular tocou às 6h30.

Eu não atendi, isto porque, eu estava orando e orando fiquei.

Tomei meu café e calmamente peguei meu c

Saiba mais…

Crônicas — Uma Pergunta Interessante

Uma Pergunta Interessante

Outro dia Juão Karapuça me fez uma pergunta simples, 

porém, simplesmente curiosa: 

— Professor, eu fico impressionado com a sua

“pachorra”

de comentar tão intensamente, as postagens, 

e responder a todos os comentários feitos e

Saiba mais…

Crônicas — Um Dia Eclipsado

Um dia Eclipsado

Eu digo “cercado de palpites” 

e acrescento: — 

Ontem Campinas que é linda maravilhosa 

não estava nada “apoetada”, 

simplesmente, passou o dia todinho quietinha 

absorta 

em seus próprios pensamentos, 

as andorinhas não cantaram

 e nem, 

sobr

Saiba mais…

Crônicas — Um Sonhador

Um Sonhador

A volúpia poética simplesmente,

 me adormece,

 me levando a sonhar que sou um 

— utopista —,

 um verdadeiro devaneador que sonha

que descreve de um jeito quase que galhofado, 

palavras que conectadas umas às outras, se transformam em lindíssimas

Saiba mais…

Crônicas — Ser Virgem

Ser Virgem

Amigos, aí é que está:

 Indubitavelmente, está explícito que ser 

— virgem —

 não é falta de caráter, muito menos, vergonha na cara. 

Verdadeiramente, 

dramático é você enganar um cara que te quer pro resto da vida e de repente, 

dar pra um sujei

Saiba mais…

Crônicas — O Novo Poetinha E A Descrição

O Novo Poetinha E A Descrição

— Meu pragmático Professor, eu sei que o mestre está por aí,

e com certeza vai me socorrer me tirando dessa

— sinuca de bico —.

É imprescindível que eu entenda muito bem o que é e como fazer uma descrição.

Já sei alguma co

Saiba mais…

Crônicas — O Encontro Tão Esperado

O Encontro Tão Esperado

Acima de tudo e antes de mais nada, eu declaro que exerci a profissão de contador por trinta e oito anos,

tive um lindo escritório auxiliado por cinco funcionários, entretanto,

nunca abracei a profissão com os meus dois braços,

Saiba mais…

Crônicas — Antigo Passado Recente

Antigo Passado Recente

E, aliás, a partir de hoje eu entendo,

como é antigo o passado recente. 

E, de fato, não há atitude mais que antiga, mais fenecida, 

do que aquela atitude tremendamente errada que quase acabou com sua vida. 

No entanto, justamente v

Saiba mais…

Crônicas — Sem Perdão A Familia Adoece

Sem perdão a família adoece.

Ululantemente,

a cura da alma está no verdadeiro pedido de perdão e,

este é a fidedigna, genuína assepsia da mesma,

quando você faz uma sincera e verdadeira limpeza e em sua mente,

você está alforriando seu coração.

O perdão

Saiba mais…

Crônicas — O Poetinha E O Dicionário

O Novo Poetinha E O Dicionário

— Professor, acima de tudo e antes de mais nada,

me recordo que não faz muito tempo, eu escrevi aqui que iria devorar ferozmente,

um dicionário folha por folha. O senhor se recorda disso?

Decerto que sim Karapuça, isto po

Saiba mais…

Descrição, Sentindo A Mulher Com Os 5 Sentidos

Inefavelmente,

olhando para ela não tinha nada que a levasse a ser tímida, muito pelo contrário, seu andar elegante,

chamava atenção por onde passava. Era loira com cabelos encaracolados que nasciam no fi

Saiba mais…

Crônicas — A Crônica Dentro Da Crônica

A Crônica Dentro Da Crônica

Eu fiz uma coesão, isto é, uma união harmônica entre a leitura e a escrita, peguei o gosto pela primeira e anos depois o gosto pela segunda, sou meio cosmopolitano, entretanto, não viajo muito, mas me adapto a vários tipos

Saiba mais…

Crônicas — O Novo Poetinha

O Novo Poetinha

Toca meu celular. Eu atendo. Alô. Uma gargalhada: 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

Bom dia, fala Juão.

— Professor bom dia preciso marcar um dia e hora com senhor. Pode ser hoje à tarde?

Decerto que sim. Às 14h estarei te esperando.

Nenhum minu

Saiba mais…
CPP