contos (132)

Crônicas — "Lágrimas Vertidas"

Lágrimas Vertidas

Literalmente, eu diria ser uma gota de líquido abençoado, 

mas salgado segregado por glândulas lacrimais situadas sob as pálpebras criadas pelo nosso Senhor,

acima dos globos oculares,

o qual umedece a conjuntiva e penetra nas fossas na

Saiba mais…

Crônicas — "Mulher, Simplesmente, Mulher"

Mulher, Simplesmente, Mulher

Para mim está excessivamente,

claro que é assim ser Mulher ela foi magnificamente feita pelas mãos do criador para viver cercada de amor,

sendo Mulher tem vários cheiros,

a sábia usa como tempero,

e quando está terrivelment

Saiba mais…

Crônicas — "Lágrimas E Solidão"

“Lágrimas E Solidão”

Sinceramente, vou fazer-te algumas perguntas:

Que lágrimas você já chorou?

E que lágrimas nunca serpentearam as rugas do teu rosto?

isto porque, 

a solidão do poeta se tornou tão concreta,

que num muro se constituiu.

Entretanto, 

as lágr

Saiba mais…

Crônicas — "Descrição De Tipos De Traders"

Descrição De Tipos de Traders

Indubitavelmente, eu gostaria que você que está lendo esta crônica fosse um trader.

Entretanto, possivelmente, você não o é.

Mas, independentemente, de ser ou não ser,

eu afirmo que a maior fatia do "bolo" de traders se d

Saiba mais…

Crônicas — "Uma Bela Oração"

“Uma Bela Oração”

Indubitavelmente existem palavras especiais para algo especial.

Veja ululantemente e sinta que a palavra coração tem uma oração dentro dela, 

mas, vá mais adiante, 

aprofunde vendo, 

lendo e 

analisando que, 

toda 

— oração —

 deve ter orige

Saiba mais…

Crônicas — "Mulher Virtuosa" —

— “Mulher Virtuosa” —

Quem achará? 

Visto que, seu valor muito excede ao de rubis, diamantes, esmeraldas, ouro, prata, ou mesmo jóias preciosas.

A mulher virtuosa pode ser a coroa do seu marido, 

mas a que lamentavelmente,

o envergonha é como podridão de

Saiba mais…

“Aventuras Com 'Azeitona' — Segunda Parte —"

Anésia tinha um corpo lindo e sensual. Vivemos muitas noites de paixão. Ahhh, se o Azeitona falasse, entretanto, em mais de um ano de paixão o meu fiel companheiro não disse uma só palavra, mas, um dia o sa

Saiba mais…

Crônicas — "Uma Pedrinha"

"Uma Pedrinha"

Sempre há uma pedra em nosso caminho.

Ou mesmo em nosso sapato.

Um homem esperto, porém, distraído nela tropeçou.

Já o troglodita, o bruto malvado a usou como projétil.

Sim.

Usou como uma terrível arma para ferir e matar.

Todavia o empreended

Saiba mais…

O Gato ZéKarreira Teria Morrido? — Segunda Parte

Ele sempre foi, e sempre será para mim o mais pragmático, o mais dogmático, simplesmente o inefável gato que já tive. Ele sempre será um verdadeiro — Cosmopolitano —, isso porque, se adaptava a qualquer

Saiba mais…

Crônicas — "A Pena Da Escrita"

"A Pena da Escrita"

Ela rolando no papel faz mais estrago que uma espada afiada.

principalmente,

a que ficou pendurada sobre a cabeça do cortesão bajulador Dâmocles. 

Com ela rolando sem pena,

escreve-se a sentença de morte e,

também,

tem o poder de apag

Saiba mais…

Aventuras Com O “Azeitona” — Primeira Parte —

Amigos, aí é que está o fio da meada: — Hoje eu quero honrar um simples compromisso que tenho com alguns amigos, e uma poetisa Maria Dolores Salmerão Fender da CPP — Casa dos Poetas e Poesias, de fazer uma

Saiba mais…

Crônicas — "Gotículas De Orvalho"

Gotículas De Orvalho

"Não é um mal afastar-se da verdade e, um bem nela permanecer"?

Se sim, a vida parece ter sentido, e digo mais: —

A vida é frágil como as gotas de orvalho,

que derrete aos primeiros raios do terrível Sol,

mas, pede coisas, pede amor

Saiba mais…

Um Só Galo, Não Poetisa Nossas Manhãs

Eu sou simplesmente, um caipira que viveu vinte anos nos “cafundós” do interior, pra ser exato, lá na divisa do estado de São Paulo com o de Mato Grosso. A minha meninice foi miseravelmente, paupérrima, entretanto

Saiba mais…

Crônicas — "A Diferença"

"A Diferença"

Imagine você qual é a diferença entre

— eu gosto de você —

e

— eu amo você —?

Indescritivelmente,

sim é incrível,

a resposta pode ser linda,

pois, quando você gosta de uma flor,

você a arranca,

cheirando-a e beijando-a até murchar. 

Mas, entr

Saiba mais…

Crônicas — "Minha Princesa Chegou"

26/03/1991 — Minha Princesa — Chegou!

Indubitavelmente, uma data inesquecível, acredito que todo mundo em algum momento de sua existência tem algo que marcou sua vida, a minha foi marcada por este dia, este mês e este ano acima citado, eu tinha uns 36

Saiba mais…

Crônicas — "O Fantasma Da Pagina Em Branco"

O Fantasma da Página Em Branco

O fantasma do título, não me impediu de me reunir com meus personagens (Juão Karapuça, Tião Tição e Ricardão Trader) para mais uma aula sobre gráficos, mas antes comentamos sobre o dito cujo fantasma do título acima, ele

Saiba mais…

Crônicas — A Morte É Uma Sacanagem"

A Morte é Uma Sacanagem

Veja você: —, eu tenho amigos que são “homéricos”, ou seja, uns têm caráter inabalável, são sinceros, outros introvertidos e outros uns verdadeiros palhaços. Esta semana, eu senti saudade de um deles e fui visitá-lo, Adamastor

Saiba mais…

12393138473?profile=RESIZE_710xO Meu e o Seu “Bem” Mais Precioso

Não era no tempo do rei, porém, era véspera de natal de 1999, eu morava no Parque Alto do Taquaral, minha casa tinha estilo colonial misturada com chalé toda construída com tijolinhos a vista, o tempo daquele dia e da

Saiba mais…

Análise Poeticamente Feita Sobre o Ibovespa

Era 29/03/2019, e todo final de semana eu fazia e faço uma análise poética do Ibovespa e naquela época, eu estava começando a ler e apaixonar pela escrita de Nelson Rodrigues, naquela semana a cabra vadia (d

Saiba mais…
CPP