crônicas (167)

Crônicas — Resiliência — 2a Parte

Resiliencia — 2a Parte

Depois que Ricardão saiu da cafeteria, 

eu fui até o caixa e quitei a minha comanda e tranquilamente, caminhei pelo Shopping acariciando meus sentimentos. 

Meia hora depois, eu estava de volta. 

Sim. 

No mesmo lugar, na mesma cadeir

Saiba mais…

Crônicas — O Novo Poetinha E Os Conectivos

O Novo Poetinha E Os Conectivos — 1a Parte

Eu tenho a cognição de que a volúpia poética está simplesmente entrando em minhas entranhas.

 E como gostaria de fazer um estudo, 

sobretudo, 

sobre conectivos, fiz um delicioso e carnívoro convite para um churr

Saiba mais…

Crônicas — Resiliência — 1a Parte

Resiliência  — 1a Parte 

Certa tarde peguei meu carro e quando vi estava em um dos Shoppings de Campinas. 

Na sua entrada tem uma gigantesca e lindíssima andorinha. 

Automaticamente, eu já estava dentro da minha predileta cafeteria. 

Sentei-me num canto

Saiba mais…

Crônicas — O Colecionador De Sonhos

O Colecionador De Sonhos

Acovardado. 

Aquele que nunca foi que atire a primeira pedra. 

Esse adjetivo tem um monte (até parece que nasceu nos tempos que não tinha televisão), de parentes:

Acobardado, amedrontado, apavorado, tímido, acanhado, atemorizado,

Saiba mais…

Crônicas — O Bom Narciso

O Bom Narciso 

Quanto a mim aprendi mais essa: 

Eu tenho a percepção de que há dentro de mim a melhor parte de ser um 

— Narciso —, 

mas antes que eu continue, 

se caso você não sabe, este substantivo é um personagem da mitologia grega, visto que, 

ele foi

Saiba mais…

Crônicas — Reminiscência De Uma Vida

Reminiscência De Uma Vida

Ultimamente, eu tenho tido mais contato com Ricardão. 

E, ele tem me chocado bastante, assunta só: —

— Professor, humildemente, eu lhe peço um fiapo do seu precioso tempo, haja visto que, estou tentando lembrar algumas passagen

Saiba mais…

Crônica — Um Aniversário Especial

Um Aniversário Especial

Indubitavelmente, 

hoje, neste exato momento eu me sinto impotente. 

Por que? 

Porque infelizmente, eu queria estar ai, 

presente fisicamente, para dar-te um forte, fraterno e carinhoso, sim, um fraterno abraço. 

Minha amada sobrinh

Saiba mais…
Visualizações: 27
Comentários: 8

Crônicas — Eufemismo

Eufemismo

Eu confesso, porém, 

mais uma vez que sou um brasileiro obsessivo e repito: — 

Sou obsessivo por tudo que eu faço, 

 sou tão obsessivo que contabilizei trinta e oito anos sem parar e veja, 

eu não amava a contabilidade. 

Meu filho me chamava de c

Saiba mais…

Crônicas — Inexorável

Inexorável

Acima de tudo e antes de mais nada, 

simplesmente, 

eu tenho certeza que você vai concordar comigo que, um poeta não é

“inexorável”,

pode até ser que alguns discordem, porém, serão poucos. 

O pai dos “burros”, o Dicio, ou até mesmo o Google di

Saiba mais…

Crônicas — Dê Vida À Sua Escrita

Dê Vida À Sua Escrita

Você que me lê, 

principalmente,  as senhoras e senhoritas, 

me desculpem a expressão que vou usar:  Lamentavelmente, 

um texto, uma poesia, um poema, uma crônica, até mesmo um pensamento criado nas “coxas”, 

por mais lindas que essa

Saiba mais…

Crônicas — Caceteando-me

Caceteando-me

Meu genro acha graça sempre que digo que me amo. 

Aí, me caceteia, 

haja visto que, simplesmente,

eu verdadeiramente me amo seguindo a palavra do Senhor Jesus que disse em Mateus 5:44:

Amar os inimigos:

“Mas eu lhes digo: amem seus inimigos

Saiba mais…

Crônicas — Uma Joaninha

12427818089?profile=RESIZE_584xUma Joaninha

As espécies desta família, geralmente, 

tem o corpo semiesférico com élitros avermelhados sarapintados de manchas pretas.

Joaninhas são animais classificados como invertebrados e que pertencem ao filo dos artrópodes.

 Classe dos insetos.

Saiba mais…
CPP