Corolário
 
Minha solidão depende de sua ledice
Defende mas depois fende
Então não adianta muito
Decente até o cio
Decesso do que eu penso
Degelo de tudo 
Minha lágrima não é a mesma 
Verte como eversite
Potável para o deserto
Da emulsão da lágrima
Obtém-se Thar
Esperava o que?
A melhor mistela?
Tira o amargo da boca
Faltou potássio para o ímpeto
Faltou inspiração para a poesia
Agora o metal depende da metáfora
Tempos de persuasão
Temos ainda o vazio
O que fazer com ele?
Não se pode apenas ignorá-lo
Que ele volta mais forte.

Compilação

Ninguém se importa
Se uma gota de chuva
Com vontade de ser lágrima 
Vai destruir um polén na janela
Que deixa tudo cróceo
Como se o alor tivesse valor
Como polé
Castigo para o cistugo que evoca a noite
Ninguém vai protegê-lo
Abrindo um guarda-chuva
Pode ser um cogumelo
A alergia é regalia para o inodoro
A alegria não faz parte desse contexto
Um aparte seria falar de você
Fiz esta poesia só com sobras
Sombras de outrora
Desconheço aquele que segue
Anti-Antlia
Detalhes são importantes.

Minhas Atividade

Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
Monília na Mobília  Alguns não querem o conforto O sofá não aguentou os sofismas A sofisticação dos dias Buscava a simplicidade de um olhar Tentaram estofar a poesia com metáforas A espuma era do Mar Não era retrátil Sua maciez vinha de um…
Fev 1
Ednei Pereira Rodrigues left a comment for Ana Bertemes
"lendo e gostando muito de suas poesias,quando tiver um tempo ocioso,visite meu blog,depois me diga o que achou COMPREENSÍVELMENTE INCOMPREENSÍVEL (compreensivelmenteincompreensve..."
Fev 1
Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
*** POESIA ESCRITA APÓS A LEITURA DA POESIA DE ANTÓNIO RAMOS ROSA PALAVRAS

 
AS PALAVRAS
 
Adiro a uma nova terra adiro a um novo corpo
As palavras identificam-se com o asfalto negro
o tropel das nuvens
a espessura azul das árvores acesas pelos…
Jan 9
Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
Resolução Mear o título Em busca da ablaçãoQuando o lúrido era hegemônicoA lúria no pescoço fez complô com o sufixoO arrecabe fez conluio com o arrebolSuscitou soluços O Sol era cáusticoA insolação prejudicou a metáfora O prefixo era um animal…
24 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
 Avarias  Não se preocupeÉ só crupe O rupe vai parar com o purêEra pra ser algo rupestreAvangar com o fardoAvacalhar a metáfora com o óbvio O prefixo muge contra o silêncio A vacuidade da existênciaFingir o findar no isagogeO prefixo pierídeo…
18 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
Catástrofe O deslinde do inconsciente Alinde para o flageloO silêncio deslinguadoAveriguado seu prefixo volátilCatarto para o acatartoFoi rápido para contextualizar o deslize verbal Tudo se deslocava intensamenteNão queria ficar aquiO texto não era…
12 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues commented on Edith Lobato's blog post Catástrofe
"Inspirador...tbm escrevi uma poesia que se chama Catástrofe...vou colocar hj no site...."
12 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post TAÇA DE LICOR
"Deveis andar sempre embriagados. Tudo consiste nisso: eis a única questão. Para não sentirdes o fardo horrível do Tempo, que vos quebra as espáduas, vergando-vos para o chão, é preciso que vos embriagueis sem descanso.Mas, com quê? Com vinho,…"
6 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted blog posts
6 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted blog posts
4 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues commented on Ednei Pereira Rodrigues's blog post Prefixo Hierático frugal
"Tirou o chapéu e aduziu o cérebro
Tentativa de adunar com a cidade
Aducir a metáfora
Toda aduncidade do corpo rudimentar
Expôs a adutora que leva água ao deserto de dentro
Quase tudo era adustível
 "
3 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted a blog post
imagem:Tentação de Santo Antônio feita por Salvador DalíAmêndoas  Não vai ser excomungado por isso Amornar o marrano Anatematizar a metáfora Estava tão ameno Que toda amência não vai atarantar Terá a bênção do benario Aquiescência do Aquilão O Prior…
2 de Dez de 2020
Ednei Pereira Rodrigues commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post A PALIDEZ DOS LÍRIOS
"Inspirador...Delírios de lírios."
30 de Nov de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted blog posts
26 de Nov de 2020
Ednei Pereira Rodrigues posted blog posts
21 de Nov de 2020
Ednei Pereira Rodrigues commented on Ednei Pereira Rodrigues's blog post Descrição de imagem
"Obrigado pela leitura."
20 de Nov de 2020
Mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Abril 5


1) Qual o teu nome completo?

Ednei Pereira Rodrigues


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

cinco de abril


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

São paulo


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Tenho experiências poéticas,escrevo num blog desde 2008.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

google


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de qualquer outro site onde possamos saber mais de você.

https://compreensivelmenteincompreensvel.blogspot.com/


12) Publique neste espaço, uma poesia ou texto de sua autoria.

Precipitei e fui ao seu encontro Vi que já tinha formado família União estável com um pacóvio 2 filhos e um caniche Descendente da vertente Parente para pentear Aparente tudo parece estar bem Fazem as refeições juntos Mas o apego ao refego era seu desassossego Desatinos Desativados Deixou tudo em stand-by Vou deixar de ser seu stalker Não podia perder o statu quo de insânia Ela trocou a sandice por um sanduíche Por um quarto com beliche Por um trepiche Boliche nos finais de semana Não fuma mais um haxixe E se olvidou de mim.


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 4227
Recebido:
11 de Nov de 2020
CPP