Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Outubro 17


1) Qual o teu nome completo?

Mª. Danusa Almeida H.B.Delvaux


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

17/10/1963


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Campos dos Goytacazes - RJ Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou mineira. Gosto de escrever. Participei de duas coletâneas (Poesia e conto), escrevo no site Recanto das Letras, há oito anos. Gosto de qualquer arte, uma bela herança familiar. Adoro desenhar, pintar, dançar, escrever. Participei de quatro exposições de pintura. Fui contemplada com prêmios em concursos literários de poesia, frases e outros. Sou membro da Ordem dos Poetas do Brasil. Arte é liberdade.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Fui convidada, via e-mail, pela Edith Lobato, do site Recanto das Letras.


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim.


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim, porém não conheço todas as atividades da Casa.


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.facebook.com/danusa.almeida.18


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

Todo Amor Circulante - Danusalmeida Quero estar entre mãos entrelaçadas Entre abraços calorosos Nos beijos carinhosos Nos toques dos pés Quero estar nos olhares atraídos Nos risos apaixonados Entre cartas trocadas Nas flores e versos doados Quero estar nas músicas inspiradas Nos versos de poemas de amantes Quero estar no luar a iluminar casais Quero estar no amor circulante --------------------------------------------- Sou Poeta - Danusalmeida Sou poeta Quando vejo as maravilhas da vida Escrevo palavras que fazem olhos brilharem Quando canto à lua, às estrelas, ao mar Faço a pele arrepiar Quando sinto as dores de amores Reflito sobre o luar, o amor infinito Doendo e doando o que move o coração Sou poeta Quando repito o que sinto, inspiração divina Essa força que anima Enche de coragem Transforma, ergue, enaltece O ser!


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 1033

Grupos que participo

Minhas Discussões

Pintura viva

Pintura viva (DANUSA ALMEIDA) Amava tanto a arte Todas as cores e tintas Que pintou-se em todas as partes Como se fora uma Índia  E misturou-se de fato Como o mais belo retrato A natureza viva  Sentiu-se desmanchar no todo Um só mundo em si E ali…

Saiba mais…

À ESPERA DO AMOR

À espera do amor DANUSALMEIDA Naquele entardecer, esperei por um bom tempo, no nosso lugar preferido à beira do rio, contemplando a paisagem Ansiei pelo nosso encontro usei um preto e elegante vestido  no cabelo penteado, uma rosa vermelha Sonhei…

Saiba mais…

Só em você...

Só em você... Encontro a Paz que preciso As respostas no momento certo Conforto de Amigo, nas horas de incerteza Só por você... Espero a calmaria e recebo as bênçãos da alegria Da esperança, da motivação e da inspiração Sinto a força da existência A…

Saiba mais…

Poesia a cada dia

POESIA A CADA DIA Cada página vivida Do livro da minha vida É lição que folheio No lindo entardecer Na intenção de acerto E em todo amanhecer Já não tenho mais medo Levanto para aprender Ser forte é o segredo Há um assento vazio Bem no meio do…

Saiba mais…

Trabalhadores Unidos

Somos peças do todo Quando trocadas por outros Valores são dispensados Direitos reivindicados Patrão e peão se confrontam Mas, se inverter o posto Cuidado com isto moço... Pode ser uma confusão! Que sejam os esclarecidos A escolherem Força maior no…

Saiba mais…

Desilusão

Perdi minhas forças; encostei No primeiro poste que encontrei Ao ver minha amada Sorrindo, passar acompanhada Por um outro alguém Mal imaginei tal sorte Como um profundo corte Doeu meu coração Desilusão Desconhecendo esta minha sina Trouxe uma rosa…

Saiba mais…

Caminharei

Ainda que o cansaço venha Ainda que meus passos fiquem mais vagarosos Ainda que o peso de toda minha culpa esteja sobre meus ombros Caminharei Tentarei manter-me de pé Ainda que as intempéries me castiguem Ainda que as pedras me maltratem Caminharei…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP