De Brumadinho a Bonfim (Márcia Araújo)

No meu trajeto vou olhando a paisagem 
Percebo árvores de tom ferrugem 
Respondo aos acenos de quem nunca vi
Passo por casas em ruínas Ipês amarelos colorem meu caminho 
Algumas flores são roxinhas 
Galhos retorcidos formam sombras complexas na estrada do meu pensamento. 
A ponte torta me causa vertigem 
A curva do rio me faz pensar na vida, o rio nunca é o mesmo, nem nós somos! 
Vejo bambuzal, milharal, curral... Capelas e cruzes a margem. 
Sigo observando vales e montanhas 
As nuvens formam figuras, pura miragem 
Pelas janelas abertas a poeira vermelha dança
Fazendo par com cada lembrança 
Na estrada de chão, com suas curvas sinuosas... Passagem para um só... 
Aproximo-me do meu destino enfim!

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Novembro 5


1) Qual o teu nome completo?

Márcia Soares de Araújo Rodrigues


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

05-11-1966


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Belo Horizonte - MG - Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Já participei de algumas antologias desde 2008, em que fui instigada a mostrar o que escrevia pelos que apelidei de padrinhos literários: a saudosa Maria Clara Segobia, e Rogério Salgado. Abri meu baú (literalmente) onde guardava o que escrevia desde 1978, aos doze anos. Uma década depois vejo onde a poesia me trouxe. Em 2017 participei do projeto: "Mil almas, mil obras", minha primeira participação internacional. Sou uma ativista do incentivo a leitura, principalmente a leitura de poesias, neste sentido coordenei por dois anos o sarau Feira de Poesia, no Centro Cultural Padre Eustáquio, e há dois anos coordeno o Sarau da Metamorfose e sou curadora do Portal da Poesia no Centro Cultural onde trabalho, além de outros trabalhos paralelos no cenário poético das minhas Minas Gerais como: Brotos poéticos, Beagá Psiu Poético... Co fundadora da Confraria de Poetas de Belo Horizonte. Homenageada em 2017 com a medalha de mérito cultural pela Academia Mineira de Belas Artes (AMBA) e em 2018 recebeu a Medalha e Diploma de Mérito Cultural da ALB - Academia de Letras do Brasil e ACLAC - Congonhas - MG e também o título de Personalidade Cultural 2018 da Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

José Hilton Rosa


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://www.facebook.com/Marciaaraujoesuaspoesias


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

Ele ator, Ela poetisa (Márcia Araújo) Ele ator, ela poetisa Conheceram-se ainda no limbo da adolescência/infância Ele tímido, ela exuberante Cada qual descobrindo ao seu jeito o valor de um instante Ele atuando, ela escrevendo Gosto em comum por bolo de abacaxi e vontade de ser feliz Ele e ela experimentando Ele segue seu caminho, ela segue seu destino Cada um faz escolhas boas, ruins...Como saber? Ele pai, ela mãe Nem um nem outro completo (E quem é?) Ele sente saudades da poetisa, ela do ator E assim seguem pela vida, sobrevivendo Ele atua fora da ribalta Ela escreve sobre falta!


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 0

Minhas Discussões

Autor em tela

CPP