Posts destacados (2725)

DESLUMBRE

3703428422?profile=RESIZE_710x

DESLUMBRE

 

Bárbara guerreira latina,

olhos de ônix oriental,

lábios de imã,

sonhos de estranha magia,

alma doce, feminina,

sol, céu, sal,

luar de poesia,

linda, abusadamente,

bem-vinda, encanta-me;

alento de minha fraqueza,

fascínio que me devora,

amor que se fe

Saiba mais…

Sem Censura!

Sem Censura!


Hoje sou assim quero mais e viver
Intensamente.
Brincar sorrir e ate namorar existe,
Coisa melhor do que isso.
Dona de mim mesma saio para dançar
Um chopinho vez em quando.
E assim vou vivendo, conquistar novos amigos,
E conservar os mais antig

Saiba mais…

Terra Seca

terra-seca-aquecimento-global-estudo.jpg

Terra Seca

 

Havia tanta miséria

que as pedras viravam comida

o tempo lento doía

e a vida secava na terra

abrindo ferozes feridas

 

Opacas as faces marcadas

com cheiro de mal nascidas

os lábios encorrugidos

e as almas desventuradas

nesta vida, todas amortecidas

 

Saiba mais…

O amor

2bfbb4ed075ec8cc6a96585bb5d4677e.jpg

 

 

O amor

 

O amor não pede permissão
Ele chega e se instala
toma as rédeas da situação

O amor não carece de elogios
através da sua força e perenidade
reflete a beleza nos pequenos detalhes

O amor não vive só de fantasias
abrange o ser em seu mundo real
revest

Saiba mais…

O inconsciente coletivo

O Inconsciente Coletivo...

Uma ideia fixa, sem entender
Um sofrimento que não termina
Como uma orquestra que desafina
Sem a possibilidade de se defender

Na vida, trazendo marcas profundas
Por decisões, certas de terceiros
Não há como fugir do formigueiro
Poi

Saiba mais…

Ciclo

3702265468?profile=RESIZE_710xCiclo 

Veio o orvalho, matou a semente.
 O sol em seguida o secou.
 Entardeceu e a noite o céu adentrou.
 A saudade fez ninho aconchegante.
 Não adormeci. 
Deixei os sonhos me levarem. 
Esperanças renascerem 
Cansaço, eu não senti!

Márcia A Mancebo

Saiba mais…

PROCISSÃO

3682708053?profile=RESIZE_710x

PROCISSÃO

Sob um sol irado,
se arrastam, contritos
hipócritas fanáticos,
fantasmas fantásticos,
párias sem pai.

Hinos descorados;
corpos esqueléticos,
vozes em farrapos,
nuvens ausentes,
rumo ao inexistente.

Devotos ácidos,

terços percorridos,
pés áridos,
pó envol

Saiba mais…

A Hora do Amor

A Hora do Amor

 

Dá-me a tua mão, criança,

Vem estrada fora, não temas nada,

Lá, onde a vista não alcança,

Há uma vida para ser gozada.

 

Vida de um mundo melhor,

Do que aquele que temos aqui,

Mundo onde reina o amor,

Onde uma criança sorri, sorri.

 

Sim, lá, ta

Saiba mais…

Sedutora

Sedutora

A camisa de dormir, de cetim,
Deixava-lhe as formas visíveis,
Ele, gostava de a ver assim,
E sonhar todos os impossíveis.

Ombros a descoberto, esbeltos,
Braços longos, de pele branca,
Dois mamilos rosados, erectos,
Cintura fina, provocante anca.

Mãos

Saiba mais…
CPP