Todos os posts (19338)

Classificar por

Eu Quero Calmaria

Eu quero a calmaria
Que chega neste dia
Pássaros cantando
Na soleira da janela
O sol entrando pela  fresta
O meu coração se alegrando.

Eu quero a calmaria
Que sinto fazendo poesia
Escrevo versos e  sorvendo a vida
Agradeço essa oportunidade
De viver c

Saiba mais…
Visualizações: 14
Comentários: 5

O Rosto!

No oco de um sujo espectro
o enrosco que surge é o rosto
e os contornos suaves do resto
que restam no chão é um pouco

Que liga, liga esta sombra triste
em elos de um extinto país distante
no jardim que não tinha um fim nem existe
na imagem de tristeza de c

Saiba mais…
Visualizações: 27
Comentários: 2

Atrás dos menestréis

Eu sei que posso ser um velho tolo
Acreditando nos versos que desenho
Seguindo os bardos como símbolos
Antigos menestréis e seus engenhos

Vejo pelos olhos dos velhos e crianças
E o mundo não parece ser tão colorido
Perdemos valores em nossa lembrança

Saiba mais…
Visualizações: 16
Comentários: 7

TEMPO DE DESENGANOS

TEMPO DE DESENGANOS

 

A Vida é formosa em qualquer idade;

Com o prosseguir do tempo e dos anos

Rememoramos a longínqua mocidade

E cogitamos que foram tantos desenganos;

 

As fantasias tornaram-se em realidades

Ou em desapontamentos e enganos,

Todavia, a idade

Saiba mais…
Visualizações: 3
Comentários: 0

Crônicas — Resiliência — 1a Parte

Resiliência  — 1a Parte 

Certa tarde peguei meu carro e quando vi estava em um dos Shoppings de Campinas. 

Na sua entrada tem uma gigantesca e lindíssima andorinha. 

Automaticamente, eu já estava dentro da minha predileta cafeteria. 

Sentei-me num canto

Saiba mais…

Crônicas — O Prazer De Comentar/1

Pedrão poeta.

Muito bom dia ensolarado.

Sempre poetanto

pérolas em formato de poema

recheado de rosas vermelhas desabrochando,

portanto,

um encanto literário de rosas sem

espinhos.

Parabéns romântico poeta.

Por favor continues a poetar a vida.

Um forte abraço.

Saiba mais…

Como a maré🌊

Como a maré 🌊

 

Sou levada pela maré

Nas águas, misteriosa poesia

Que o viver de forma fluída inspira

(⁠.⁠ ⁠❛⁠ ⁠ᴗ⁠ ⁠❛⁠.⁠)

 

Nas ondas da emoção

Arrebatas meu coração

Frescor e maresia

Brisa de praia

(⁠.⁠ ⁠❛⁠ ⁠ᴗ⁠ ⁠❛⁠.⁠)

 

Cabelos ao vento

sem comprometimento

Ao sabo

Saiba mais…
Visualizações: 6
Comentários: 0

ABENÇOA-ME

“ABENÇOA-ME”    

 

Abençoa-me, Senhor

      Nos meus passos           

Que tentam caminhar

Na tua direção.

 

Abençoa-me, Senhor

Nas buscas que empreendo

Quando me sinto perdido

E longe de ti.

 

Abençoa-me, Senhor

Nos momentos de fraqueza

Em que me prostro a Vossa

Saiba mais…

RENOVADA ETAPA

RENOVADA ETAPA

 

Mais um ano se passou com alegria

E momentos mais ou menos bons,

É tempo de celebrar a Vida com folia,

Comida, bebida, cores, luzes e sons;

 

Este não é, apenas, mais um dia,

É, especialmente, um dia dos bons;

Para que, hoje, a tua alma sorri

Saiba mais…
Visualizações: 13
Comentários: 6

Missão

Missão

Respeito e amor poderão mudar o mundo
Se cada ser,for aceito, do seu jeito
E se as palavras tiverem som fecundo
Os olhos não verão com preconceito
e, todos serão irmãos co' amor profundo.

Por certo as guerras terão um belo fim
Os povos unidos, um m

Saiba mais…

Reflexão

Reflexão

Não bata na minha porta, não estou.
Saí para me sentir um pouco só
Não tenho rumo certo, mas eu vou.
Vou caminhando mesmo que, tenha pó.

Já não importa que chova ou faça sol.
Quero entender o que acontece comigo.
Quero andar, andar até ver o arre

Saiba mais…

A morte

A morte

A morte é o fim
Fim de tudo
Um fim daquilo que fomos
E do que sentimos

Fica uma leve memória
Que levou a dor com ela
Deixando a saudade num sorriso
Um sorriso cheio de vida.

A paz que se distância
Que fica cá
É o amor
Que é eterno

Bruno Alves 

Saiba mais…
Visualizações: 25
Comentários: 12

Sons da solidão

Sons da solidão 
 
 
Na madrugada
O cachorro late 
O louco xinga 
A coruja pia
O assoalho range 
O carro buzina 
Coração solitário 
Sem nenhuma rima
 
 
 Lilian Ferraz 
 20/04/2024
 
 
Poesia n 111 do Ano de 2024🎈
Saiba mais…
Visualizações: 13
Comentários: 5

Ousadia

Com ousadia você chegou
Naquela noite abrasadora
O seu olhar era um céu estrelado
Feito para uma menina sonhadora.

Arrojado e esperançoso...
Sinalizava paixão arrasadora
Um brilho especial no olhar
Logo percebi que eu iria lhe amar.

Gostei do seu atrev

Saiba mais…
Visualizações: 9
Comentários: 3

Bordar de Bordadeira

 

 

Bordar de Bordadeira, Origem (Ensaio)

 

O Bordar teve o seu início na Época das Cavernas, como afirmam inúmeras publicações acerca de sua origem.

 

Verídico ou não, em minha visão pessoal há uma lógica, às vestes rudimentares da época demandava unir pe

Saiba mais…
Visualizações: 4
Comentários: 0
CPP