Posts de Marcia A Mancebo (284)

Poesia

7022804900?profile=RESIZE_584xPoesia

Dos olhos uma lágrima rola
por um amor não correspondido.
Mais uma vez um coração atola
no fundo poço, dos deprimidos.

O que era platônico e bonito
perde– se na imensidão do céu
e esparrama – se pelo infinito
acobertado por azul véu.

Poeta não se dá por vencido.
Traz a esperança com devoção
um sentir que nunca é distorcido,
um tijolinho pra inspiração.

Nasceu assim de um verso a poesia
Inundando a mente de desejos
E aquele tédio... e a melancolia
morre, com sabor de um doce beijo
descrito com primor e alegria.

Márcia A Mancebo
18/07/20

Saiba mais…

A mão da vida

7016417069?profile=RESIZE_400xA mão da vida

Fui feliz! Passo horas meditando
a felicidade experimentei.
Foi demais, alto preço estou pagando.
Esse idílio marcou, foi forte, ousei…
Na imensidão me perdi flutuando.

Me entreguei de coração a esse amor,
pois, não foi sentimento fingido,
foi realidade… senti o sabor.
Por anos vivi como Ser ungido.

Aos poucos esse querer foi sumindo.
Hoje está foragido e o procuro
nas noites, pois, estou desmilinguindo
meus dias ficaram em pleno escuro.

Porém, um poeta com seu versar
acalentou meu coração abatido.
Fez-me entender, quem perdeu em não me amar
e fugiu para viver escondido
sentirá como é triste trilhar só.
Sangrará a pele ter desiludido,
pois, a mão da vida açoita sem dó.

Márcia A Mancebo
(26/03/19).

Saiba mais…

Ilusão

7015875063?profile=RESIZE_400xIlusão

Paixão, bordada com cores
Sonho que me levou ao céu
Trouxe– me muitos ardores;
Ao meu corpo, um fogaréu.

Esse mesmo sentimento
Lindo, puro e sensível.
Deu– me um aborrecimento
Um contraste tão horrível
A dor da desilusão!

Hoje maldigo o destino
Que pensei ser tão bonito
Com pureza de um menino
Me trouxe a grande certeza;
Nada na vida é infinito
E amar é mera ilusão!

Márcia A Mancebo
19/07/20

Saiba mais…

Bendita seja!

6963063863?profile=RESIZE_584xBendita seja

E quando vem do amor felicidade
enfrenta barreiras intransponíveis.
Com raízes profundas...Na verdade
sana todos desejos impossíveis.

O amor que sinto por ti é possível
Quando nossas mãos entrelaçam
o teu beijo ardente deixa– me sensível
Parece que meu coração te abraça.

Teu corpo quente transmite calor
e inunda minha alma de alegria
Eu sei que a teu lado meu grande amor
Tédio não sentirei, nem nostalgia.

Bendita seja a hora que te conheci
Destes fim a ressaca de tristeza
Contigo meu amor eu aprendi
Que te amar, não dá margem pra incerteza.

Márcia A Mancebo
17/07/2

Saiba mais…

Lembranças

6679873886?profile=RESIZE_710xLembranças

Naquele lugar... não esqueço, ah, fui amada!
Naquela hora te entreguei o coração
Nosso ninho, nossa alcova sagrada
Sem medo confessei minha paixão.

Ali,  meu sentimento pus pra fora.
Em teus braços carinhos nós trocamos.
Queria como queria àquela hora
fotografar o quanto nos amamos.

Tua imagem não sai da minha mente
Tantas primaveras passaram e, eu
ainda lembro teu beijo, teu abraço.

Quem dera hoje tê – lo somente meu
Quem dera estar a teu lado contente
e adormecer toda noite em teu regaço!

Márcia A Mancebo
16/07/20

Saiba mais…

Doce magia!

6902077294?profile=RESIZE_710xDoce magia!

Este sonho que carrego em minha alma
abastece os meus solitários dias.
Nele encontro paz uma imensa calma.
Pois, leva – me à divagar. Doce magia!

Sinto como se fosse uma bela revoada
que meu Ser alça voo, vai te encontrar
Em teus braços sou amante... sou amada
Sinto o corpo ferver ao te abraçar.

Ah... vontade nunca mais acordar...
Este devaneio, sonho inatingível
floreado de amor e rosas à desabrochar
somente em meu pensamento é possível
para acalentar meu Ser sensível.

Desta maneira minha vida, sigo.
Para abrandar a solitude das minhas horas
somente sonhando acordada consigo
me agarrar a esse anseio que me devora.

Sinto– me bem inventando um viver
acordando um sentimento adormecido
Ignorando que nos instantes existe o sofrer
e, entorpecida esquecer o tempo ido.

Márcia A Mancebo
15/07/2020

Saiba mais…

Nos meus cabelos brancos, sou saudade!

Nos meus cabelos brancos, sou saudade!

Quando relembro tempos idos
Em cada passo dessa caminhada
Em cada fio de cabelo branco há saudade.

Tantos foram os sofridos momentos
Que sulcos no rosto deixaram estampados
A vida passou desafiando
E carimbando com fel a realidade.

O tempo levou a bela juventude,
Fez-me adulta com responsabilidades,
Nos cabelos brancos deixou visível a saudade.

E num minuto apenas de quietude
Permite que volte ao tempo de felicidade
E recorde da mais tenra idade
onde com alegria sorria.
Quanta saudade!

Nos meus cabelos brancos, sou saudade
E como não ser, se a vida passa surpreendendo.
E como enxurrada apressada tudo carrega
e restos de mim vou perdendo.

Margeando os dias de mãos dadas, está a idade,
Fazendo com que lembre como chamas ardendo
Que tudo que passei não adiantou pedir trégua.

Restou somente a colheita de frutos semeados
E a face envelhecida com um sorriso franco,
E de nada valerá arrepender-se pelo que não fiz.

Agora, a mente cansada mergulhada em pensamentos
Com a certeza da caminhada em flancos,
Serão saudades para meus cabelos brancos...

Márcia A Mancebo
21/08/2015

Saiba mais…

Teus beijos

6883996853?profile=RESIZE_584xTeus beijos

Teus beijos, amor, afagam meus dias
Leva – me a sonhar com mil primaveras
Divago...e o pensamento traz quimeras
Ainda lembro da tua alegria.

Ah...se soubesse, como bem fazia.
Eu voava...ia além...em outra esfera
e lá ficava, amor, a tua espera.
Como era boa tua companhia!

Pena que tudo teve fim, não esqueço
Te lembrar a minh' alma revigora
Transporto – me ao passado sinto o beijo...

Aquele último beijo e nele aqueço
meu corpo febril de tanto desejo.
Ah, que saudade sinto de ti agora!

Márcia A Mancebo
14/07/20

Saiba mais…

Reflexão

 ReflexãoProcuro em cada entardecer refletirSe fiz algo com propósito ao irmão,Se por ganância cheguei a omitire ao necessitado não dei a mão.Reflexão que faz bem  a memória,Corrige e engrandece o coração.Hoje  escrevi  mais um capítulo da história,Se fiz algo errado posso não ter perdão A lei do retorno é aplicada na terra,Pode não ser de imediato, mas vemArrepender-se somente, não encerraTem se que sempre fazer o bem.Questiono se tudo tem um preço?Não sou leiga sobre a escrituraSe fizer o mal, o  mal mereçopois viver não é simples aventura.Márcia A Mancebo18/03/2019  
Saiba mais…

Timbre de candura

6851804678?profile=RESIZE_710xTimbre de candura

Teu olhar emana tanta ternura
que meu coração mensura teu querer.
Tua voz tem o timbre da candura
que te ouvir acalenta meu viver.

Um calor que penetra no meu Ser
com teu sussurro terno... encantador.
Há tanto amor em ti, faz - me esquecer
todo o tempo que acumulei dissabor.

Quantos sorrisos precisaria pra entender
Que os teus dias são regados de alegrias
e ingenuamente não sabes que o sofrer
entristece o amanhecer...o dia.

Com tamanha beleza em tua feição
Que felicidade estampas na face
É com imensidade de gratidão
Que teu jeito minha alma transpassa.

Márcia A Mancebo
12/07/20

Saiba mais…

Amargura

1176349793?profile=RESIZE_584xAmargura

Ouço sua voz que de longe chama.
Te procuro...mas, só o eco me persegue
Quer me enlouquecer e quase consegue.
Ah, meu coração não te esquece...te ama!
 
Nos vejo entre os lençóis na nossa cama
como num mar de anseios eu navegue
Extasiada de prazer e entregue 
tentando sanar o fervor da chama.
 
A saudade de ti está só aumentando
e nada a leva por um só momento.
Por um momento apenas, nada mais.. 
 
Pra aliviar minha alma desses ais
e pra libertar esse pensamento
que pouco a pouco está me amargurando.
 
Márcia A Mancebo
 
 
 
Saiba mais…

Reflexão

  1. 6812615086?profile=RESIZE_710x Reflexão
Passa o tempo, passam as ilusões,
passam os belos momentos...viram pó.
Passam os amores... até às amargas dores.
Só não passa a imensa saudade no coração
que esgarça o peito, ferindo sem dó.
 
E, enquanto tudo vai passando
vou vivendo e sem perceber
aquela desesperança que vivia amargurando
e nas madrugadas trazia o sofrer
e uma  solidão danada....passou!
 
Hoje vejo que a nova estação trouxe frio. Que horror!
Um frio que penetra na pele...faz tremer.
Não há sol que o sane, sequer cobertor.
 
E contemplando longe morrer o dia
vejo o deslumbre da natureza
não condenar aquela nuvem vazia.
Com cores a tinge pra mostrar a beleza
Que no transcorrer das horas, ninguém notou.
 
Márcia A Mancebo
 
Saiba mais…

Hoje...

6798761071?profile=RESIZE_710xHoje...


Chorei! Minhas lágrimas rolaram
sentidas, como nunca tinha chorado.
Inundei meus lábios com lágrimas salgadas.
Todo esse imenso pranto derramado
Me fez sentir sozinha... abandonada!

A solidão no meu Ser assolou
E, as madrugadas tristes ficaram
Minha estrela preferida, não mais brilhou...
Os dias lindos com o tempo nublaram.

Hoje, tenho a saudade como companhia
E na lembrança o que deixei pra trás
É triste perder assim, a alegria,
não poder resgatar o perdido jamais.

É do destino, muita, crueldade.
Vivi pensando o bem ter espalhado
Me doei intensamente sem omitir a verdade
Passei a vida pensando ter acertado.

No entanto percebo com tristeza
Tudo que fiz foi caminhar errado
A ingenuidade, que havia, em tudo beleza.
Vejo o mundo com brilho ofuscado.

Pensei apenas nos outros, não em mim
Hoje murcharam as flores e mudou a estação
Só há pragas daninhas no meu jardim
e o pulsar tristonho do meu coração.

Márcia A Mancebo
Itapeva, São Paulo
11/07/20

Saiba mais…

Sonhei...

6767029464?profile=RESIZE_710xSonhei...

Em sonho te vi e me ungistes de amor.
Sanastes tua falta, meu querido.
Brindamos todos os anos vividos.
Senti no abraço forte, o teu calor.

Tomamos nosso vinho preferido
E a cada gole senti o teu sabor
Oh, Deus! Que maravilha, que esplendor!
Não esquecerei as palavras ao meu ouvido.

Ao acordar e ver a realidade
Abracei o travesseiro com perfume
Briguei comigo mesmo de saudade.

Senti- me envergonhada e com queixume
jurei te esperar toda madrugada
pra te enlaçar e me sentir amada!

Márcia A Mancebo

Saiba mais…

Poesia borrada

6702390859?profile=RESIZE_710xPoesia borrada

Me esbaldo a grafitar os meus versos.
Escrevo...escrevo, não me canso
Pois, adentro num universo
onde a inspiração não tem descanso.

Neste universo, meu imenso mundo
Onde as palavras lentamente aparecem
A emoção me toma e num profundo
Suspiro lágrimas rolam e descem...

São fartas lágrimas e salgadas
Escorrem pela minha face e aos poucos
essas gotas são esparramadas
embaçam os olhos e num eco rouco
minha alma ecoa machucada.

A poesia vai sendo finalizada
As lágrimas molham o papel
e as palavras...sílabas  grafitadas
borram – se encobertas por um véu.

Márcia A Mancebo
08/07/20

Saiba mais…

Sou avó

6729704489?profile=RESIZE_710xSou avó

Sou avó e vejo nos queridos netos
Os meus filhos em sua bela infância.
Lindas crianças, nos gestos, afetos.
Está gravado na minha lembrança.

Vê- los, é sentir um amor profundo
Uma emoção que traz unção aos meus dias,
ver com brilho tremeluzente o mundo
Curar tristezas, plantar alegrias...

Neto, réplica de filhos amados,;
São luzes da trilha a ser percorrida.
Reviver dos meus filhos, o passado
É sentir o quanto fui aguerrida.

Bençãos, carinho e muito afeto
à cada anoitecer o recordar
Adentrar no coração e, cada neto
sentir pulsar feliz, por tanto amar...

Que sejam felizes em seus caminhos
Que Deus encaminhe o que melhor for
Ó netos, sintam dessa avó o carinho
Vocês são minha esperança em esplendor....


Márcia A Mancebo

Saiba mais…
CPP