Manias de menina

 

Indo à escola, a menina se protegia das poças de água da chuva

que ao longo do caminho, foram se espalhando

cuidava com tanto carinho do sapato preto, das meias brancas

daquela farda que a deixava formosa

e da sacolinha azul bordada com seu nome

a vontade era grande , de correr, de sapatear naquelas poças

mas, era o primeiro de aula

exibir a alegria de tudo novinho

não podia ficar para outro dia

 

e foi um sucesso

aos olhos dela

mesmo ninguém elogiando

afinal, todos e todas

estavam à caráter

 

 

 

uma semana de aula passou

inicio da outra semana

ao longe

carros vinham

a menina nunca imaginou

que os motoristas iam passar naquelas poças

jogar água misturada á terra na sua roupa, sapatos, meias

a decepção foi tanta,

ter que voltar para casa, então

com respingos de lama em tudo

que sua mão com sacrifício comprou

 

Não conseguiu retornar mais para aquela escola

era como se aquela tivesse culpa do ocorrido

a menina chorava todas as manhãs

se agrrava a saia da voinha dela

pedia suplicante que não a  deixasse ir

soluçava e sentia calafrios

adormecia após o choro insistente

 

Por fim, a mãe, abriu mão

abraçou a filha e prometeu 

que procuraria outra escola

e assim fez

a menina prosseguiu seus estudos

mas nunca esqueceu

qua à caminho daquela escola

o prazer de ir e vir 

lhe foi tirado

Minhas Atividade

GILCELIA SANTOS RESSURREIÇÃO posted a blog post
Sentava na primeira fila, mas nunca na primeira carteirauma mistura do desejo de aprender, com o medo de errar;distante, meu colega do coração, o Françoar, um paraibano,feio, aos meus olhos, mas com um doce coração de amigo,quando ele, por algum mot…
Fev 3

Meu Blog

Um lugar unilateral

Crianças , aguardavam o carro alegórico

músicas e instrumentos

campanhas lançadas na década de setenta

em defesa de  candidatos,

uma família fazia oposição a outra

uma que defendia a ARENA, hoje…

Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Janeiro 14


1) Qual o teu nome completo?

GILCELIA SANTOS RESSURREIÇÃO


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

14 DE JANEIRO DE 2016


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

FEIRA DE SANTANA- BAHIA- BRASIL


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

TRABALHO NUMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA- BAHIA, ACUMULO EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL POR 25 ANOS, NA REDE MUNICIPAL, A ÚLTIMA, NA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA, GOSTO DE LER A BÍBLIA, ESCUTAR MÚSICAS DO MEU REPERTÓRIO , MÃE DE UM CASAL, DIVORCIADA, PRODUÇÃO TÍMIDA E INEXPERIENTE NA LITERATURA POÉTICA.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

SAM MORENO


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

SIM


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

SIM


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

SIM


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

ELEMENTOS DA NATUREZA - LEOA, RIBEIRO - PINHEIRO ENCONTRAR A SI MESMA EM MEIO A TANTOS ELEMENTOS LEOA , FELINA DEFENDO A CRIA,     ENCONTRO SEMPRE UMA RAZÃO DE SER  MEU CAMINHO É A BUSCA DA PAZ ESPALHAR CARINHO POR ONDE FOR NAVEGAR NA CALMA DE UM PÁSSARO NO NINHO TALVEZ NÃO PAREÇA, MAS SINTO A SUAVE CALMA O MEDO E TRIBULAÇÕES ÀS VEZES APRISIONAM SABIAMENTE REFLITO E BUSCO A LIBERDADE. DAS INTOLERÂNCIAS APRENDO O RESPEITO ACOLHO O RISO MAIS TÍMIDO NAVEGO EM MARES DESERTOS AROMAS ESPALHO PELO CAMINHO TIRANDO OS ESPINHOS SARO AS FERIDAS UNTO MEUS OLHOS DE LÁGRIMAS PELO SER HUMANO REZO A PRECE DO ALÍVIO ENCONTRO FORÇAS NO FINAL DA BATALHA ZELO DO PASSO A PASSO DA VIDA ACALENTO MINHAS PRÓPRIAS LÁGRIMAS. LEMBRO-ME QUE A VIDA É RECHEADA ESCOLHO O PRÓPRIO RECHEIO: ORGULHO PELO QUE EU SOU AMOR , SIMPLICIDADE, PARA FORTALECER  MINHAS  ENCOSTAS   RAÍZES NUTRIDAS                                                          IMPEDINDO QUE A POUCA SUSTENTAÇÃO   A  SOLTE ,   BEBO DA   RARA   BELEZA DA MÃE NATUREZA ESTIMO  QUEM POR MIM NUTRE SENTIMENTOS INFILTRO-ME  EM  TODOS  OS  ORIFÍCIOS  DO  UNIVERSO REINVENTO   O  CÉU E BRILHO FEITO  ESTRELA  CINTILANTE ORNAMENTO   O  LUZIR  QUE TEM   ILUMINAÇÃO  CADENTE     PROTEGER É O MEU LEMA E SOU   ETERNA APRENDIZ INQUIETA-ME A VULNERABILIDADE HUMANA NECESSITÁRIA DA PROTEÇÃO HORAS E HORAS RINDO,  ABRO OS BRAÇOS ENFEITO OS POMARES COM COLARES MULTICORES INJETO AROMAS VEGETAIS EM MEU CORPO RODEADO  DE ADORNOS RELUZENTES  O AMOR QUE IMPERA A  MINHA ALMA, ACALMA ASSIM, EU ME VEJO E QUERO ME VEJAM: Leoa Pedro Salomão    Acorda leoinha, vai rugir la fora Te dei 10 minutinhos já faz meia hora O seu "bom dia" rouco me dá tanta paz Estica o corpo todo como o gato faz Leoa, sua pele é boa de beijar Leoa, me faço leão pra te amar Menina, felina me ensina a enjubar Leoa, sua pele é boa de beijar Leoa, me faço leão pra te amar Menina, felina me ensina a enjubar De cabelo bagunçado, enjubado assim E com a roupa amassada, emprestada de mim Me da a certeza que quero você até o fim De cabelo bagunçado, enjubado assim E com a roupa amassada, emprestada de mim Me da a certeza que quero você até o fim Leoa www.letras.mus.br/pedro-salomao/leoa/


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 30

Minhas Discussões

Autor em tela

CPP