FEITO UMA TELA

 

Pintada com toques de poesia

No balançar suave de um verso

No toque rimado  a sinfonia

Flutuando pelo universo...

 

És  jardim de mar e encanto

No azul do céu essa calma

O assobio da natureza o canto

Trazendo uma tarde calma...

 

Aqui se encontra o lugar perfeito

Feito uma tela rabiscada

Deixando o poeta satisfeito...

 

E qual poeta não se encanta

Com mar, flores e sabor de brisa,

Até a natureza eufórica canta...

 

 

Autora- Irá Rodrigues

Minhas Atividade

IRACI DA SILVA RODRIGUES posted a discussion in ImagPoesia
  Enquanto passava absorta pela praça Observei um moço sentado Lembre-me de alguém do passado Ao me olhar, achei graça... Um olhar assim é perigo Ou pura imaginação Não tive outra intenção O moço quer falar comigo? Coitado! Nada falou diante da minh…
Jul 8
IRACI DA SILVA RODRIGUES posted a blog post
 NA FLORESTACada espaço era semelhante Todo o dia tinha festivais Cada um mais elegante Chegavam os casais...A festa ia até o outro dia Quando voltavam a sua terra Assim viviam com aquela folia Esperando outra noite de festa...Na aldeia do javali e…
Abr 22
IRACI DA SILVA RODRIGUES left a comment on Cara-cara-com-SAM
"Parabéns Sam. belíssimo espaço, entrevistas admiráveis.."
Abr 10

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Agosto 21


1) Qual o teu nome completo?

IRACI DA SILVA RODRIGUES


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

21/08/1960


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

SANTO ESTEVÃO- BA/BRASIL


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou professora aposentada, hoje dedico meu tempo a familia e a literatura com livros lançados em Portugal e recentemente lancei aqui o meu primeiro livro infantil ,o proximo saindo em breve também infantil.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Edith Lobato RECANTO DAS LETRAS


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

SIM, PORÉM NÃO É O MEU ESTILO


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

SIM


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://www.facebook.com/ira.rodrigues.98


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

A poesia Achega-se não pede passagem De varias faces Às vezes chega com disfarce E há quem indague... Em sua voz aveludada Por muitos é escutada Sem regras ou feita de normas É poesia esqueçam as formas... Costure a sua inspiração Com fio de seda delicado É o verso e o reverso na página da paixão Deixando-te apaixonado... Autoria- Irá Rodrigues- No papel amassado Um monte de frases inacabadas Amor Paixão Ódio Desilusão Sonhos... Juntando umas as outras A espera de um sentido Contido unido Um meio... No juntar das frases Um vão de poemas Soltos Loucos Sem sentido Inacabados... No esmo das frases lidas Relidas Com sentido Paragrafo Um texto Frágil Descrito Contido E finalmente o fim... autoria Irá Rodrigues


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 1578

Grupos que participo

Minhas Discussões

NUMA TARDE

    Enquanto passava absorta pela praça Observei um moço sentado Lembre-me de alguém do passado Ao me olhar, achei graça... Um olhar assim é perigo Ou pura imaginação Não tive outra intenção O moço quer falar comigo? Coitado! Nada falou diante da…

Saiba mais…

ERA NOITE

  Hora de olhar a lua Ficar boba em imaginar O que existe por lá... E com esse espetáculo lindo Ficar sonhando acordada Assim meio abobalhada... Como linda és tu ó lua misteriosa Entre palmeiras Continua radiosa... Quanto mistério mora ali Aonde só…

Saiba mais…

ONTEM AO LUAR

Entre folhagens surgia linda e bela Majestosa lua de formas delicadas Eis minha em noites aladas Beijando-te estarei a te encantar... Ó lua, radiante assim lá do alto, Sorrindo com malícia que acalma No pequeno jardim do meu ser Ontem ao luar apenas…

Saiba mais…

NO SILÊNCIO

Vestir minha alma e despi meu corpo Tentei em silêncio aliviar uma tensão Que nem eu mesma sei a explicação No silêncio entre o oculto e o explícito... Não me despir escandalosamente Arranquei do corpo as vestes pesadas Como quem busca lembranças…

Saiba mais…

NA VARANDA DO MEU SER...

Olhei o céu vi chover De dentro da lua Surgia você Lindo com olhar sombrio Arrepiei sentir frio Frio dos teus braços Aconchego do teu colo Triste eu fiquei Você era intocável Um sonho Ou uma miragem A lua sorriu Ao meu lado uma rosa caiu Ali fiquei…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP