[ Entranhas ]

               Um poema para um refúgio chamado mãe...

De suas entranhas saí
numa madrugada enluarada
de um maio qualquer
e me pus a vagar
por essa vida incerta.

De suas entranhas saí
pisei em chão inesperado
e finquei minhas raízes.

De suas entranhas saí
mirei em nuvens indefinidas
e esculpi minhas asas.

De suas entranhas saí
mergulhei em águas indecifráveis
e ergui meus punhos.

De suas entranhas saí
atirei-me em chamas impenetráveis
e iluminei minhas cavernas.

De suas entranhas saí
me revesti de verso improvável
e retornei para o seu aconchego.

 

Solange Santana

13.05.2018

Minhas Atividade

Solange Alves Santana commented on Solange Alves Santana's blog post Aniversário da CPP
"A CPP é sempre merecedora de homenagens pelo excelente trabalho realizado!
Aplausos a todos nós!
Um abraço!
 "
Set 5
Solange Alves Santana commented on Solange Alves Santana's blog post Aniversário da CPP
"Parabéns a todos nós e vida longa à CPP!
 
 "
Set 5
Solange Alves Santana commented on Solange Alves Santana's blog post Aniversário da CPP
"Nós só temos a agradecer pelo excelente trabalho realizado pela equipe da CPP. Somos recebidos com muito carinho. Realmente, me sinto muto feliz em fazer parte dessa história! Um grande abraço! Parabéns!"
Set 5
Solange Alves Santana posted a blog post
CLIQUE NO VÍDEO ABAIXO E SINTA COM MAIS AMOR AINDA!
Set 4
Solange Alves Santana curtiu o post de Paulo Sérgio Rosseto CRUEL
Abr 20
Solange Alves Santana posted a blog post
Abr 16
Solange Alves Santana commented on Paulo Sérgio Rosseto's blog post ESTES MEUS VERSOS
"Parabéns, Paulo! Belo poema!
 "
Abr 16
Solange Alves Santana curtiu o post de Paulo Sérgio Rosseto ESTES MEUS VERSOS
Abr 16

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Maio 27


1) Qual o teu nome completo?

Solange Alves Santana


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

27/05/1977


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Brasil - São Paulo - Osasco


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou bacharel em Letras e Biblioteconomia pela Universidade de São Paulo (USP), servidora pública, professora de Língua Portuguesa, revisora e escritora. Participei das coletâneas "Entrelinhas" (2008), "Sentido inverso" (2008), "Universo Paulistano" (2009) e "Próxima estação" (2011), todos lançados pela Editora Andross. Também participei da antologia "Poetize 2015 - Novos poetas" (Editora Vivara) e da antologia "A matriz da palavra: o negro em prosa e verso" (2015), lançado pela Litteris Editora. Em 2010, publiquei a antologia de poética "Passos Andantes", pela CBJE.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Conheci por meio de pesquisas no Google sobre a antologia literária "A matriz da palavra: o negro em prosa e verso", na qual um dos autores é membro da Casa dos Poetas e da Poesia.


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim. Porém, meus poemas não abordam essa tamática.


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.facebook.com/solange.santana.165033


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

IDENTIDADE No início, eu era choro, ânsia, desejo. O choro irritava. Controlei-o. A ânsia importunava. Controlei-a. O desejo incomodava. Controlei-a. Depois, eu era agitação, alvoroço, fantasia. A agitação perturbava. O alvoroço atordoava. A fantasia embaraçava. Controlei-os. Assim, eu era contestação, eloquência, resistência. A contestação. A eloquência. A resistência. Controlei-as. Restaram-me a indolência, a apatia, as reminiscências. Idem. Idem. Idem. Mas não adiantava. - Eu ainda era. Solange Santana -------------- REENCONTRO Todos os dias, eu mesmo atravesso meu caminho e, entre idas e vindas, neste jogo do acaso inefável jogo do improvável, me reencontro - infinitamente Solange Santana -----------


Minhas fotos

Autor em tela

CPP